sábado, 27 de junho de 2009

Florianóplis vai parar de novo.

Depois de uma rodada de assembléias, trabalhadores do tranporte coletivo da grande Florianóplois anunciaram no dia 25/06/2009 que entrarão em greva as 7:00 de terça-feira. Foi anunciada a paralização à justiça no dia 26/06/2009. Essa greve não tem tempo determinado para acabar. A justiça deve determinar qual a quantidade de ônibus que deve continuar circulando durante a greve.
Trabalhadores e Empresários vem negociando ao longo de dois meses sem sucesso. A data-base da categoria venceu dia 1º de maio (01/05/2009) e eles entraram em greve no dia 19 de maio (19/05/2009). Nos dias 05/06 e 18/06 houve paralização npor algumas horas.

Viale articulado, chassi volvo B10M.

De acordo com com presidente do sindiacato das empresas, Waldir Gomes da Silva, os patrões só estão dispostoas a negociar se houver a readequação do quadro de cobradores."Mas 100% dos cobradores não vamos conseguir tirar do sistema", lamenta Waldir, que nega a prática de locaute, ou seja, incitação à greve, fato que motivou o Ministério Público do Trabalho (MPT/SC), representado pelo procurador Luiz Carlos Rodrigues Ferreira, a entrar com ação na última sexta-feira (19/06/2009) contra as empresas.

"Estou convicto que houve abandono nas negociações e parece que estou interrompend a suspensão para negociações",afirmou o procurador, que ressalta que greve em nenhum momento é ilegal. "É prevista em constituição e um dos fundamentos do Estado democrático de direito", explica.
Informações: Jornal Notícias do Dia.

Nenhum comentário: