terça-feira, 10 de novembro de 2009

Eucatur responde há 200 processos, diz jornal.

Conhecido no norte do país como tubarão do transporte, Acir Gurgacz (PDT-RO) comanda uma empresa que responde a cerca de 200 processos na Justiça de Rondônia, do Paraná e do Amazonas. São ações por danos morais, sonegação de impostos, entre outras acusações. Poderosa no ramo de transporte e turismo, a Eucatur é da família do novo senador. Ontem, ele contou que deixou o comando da empresa. Fiz isso para não haver incompatibilidade com o mandato de senador, disse à reportagem.

Sua família foi alvo de uma operação da Polícia Federal no ano passado, que investigou irregularidades no financiamento de R$ 19 milhões da empresa junto ao Banco da Amazônia. Segundo a investigação, a Eucatur teria alterado os chassis dos ônibus comprados.
 
 Foto:Gustavo Cainã - Bussmania e Galeria Bussmania.

Ontem, antes de tomar posse, Gurgacz tentou justificar os processos a que responde na Justiça. São demandas judiciais normais para qualquer empresa. Não há nenhuma condenação de pessoa física. A reportagem perguntou ao senador o nome de todas as empresas que pertencem à sua família. Ele não soube responder. Apenas afirmou que sua mulher é quem vai tocar os negócios a partir de agora, incluindo um jornal em Rondônia.

A posse de Gurgacz contou com a presença do ministro do Trabalho, Carlos Lupi. Agradeço a todos pelo apoio e carinho nesse longo período de dois anos e sete meses, disse, em seu primeiro discurso na tribuna, em referência ao período em que brigou pelo mandato contra Expedito Junior (PSDB-RO). Ciente do clima hostil que deve sentir no plenário nas próximas semanas, Gurgacz adotou um discurso de conciliação. Não devemos, de forma alguma, permitir que disputas políticas atrapalhem a tramitação de projetos de interesse popular ou a liberação de recursos para os municípios ou para o Estado, afirmou.

Com informações do Jornal Cruzeiro do Sul e Estado de São Paulo

Nenhum comentário: