sábado, 7 de novembro de 2009

ônibus movido a...

No dia 19 de setembro, o ambientalista Andy Pag saiu de Londres com uma proposta ousada: viajar o mundo a bordo de um veículo que se movimenta, basicamente, com a gordura produzida na preparação de batatas fritas.

FOTO: REPRODUÇÃO DE INTERNET
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Por dentro, a iluminação do ônibus é feita por LEDs, abastecidas com eletricidade proveniente de placas fotovoltaicas instaladas no teto do ônibus, e no banheiro nada de água ou componentes químicos. Lá, o que tem vez é um tanque de compostagem adaptado.

Além disso, o motor do veículo, claro, sofreu adaptações para funcionar a base do "combustível inusitado". Antes de partir, Pag coletou mais de 500 litros de gordura de batata frita e, caso passe por cidades em que o alimento não seja muito popular, se muniu, também, de biodiesel, feito a partir de óleo de cozinha usado.

O ambientalista pretende emitir menos de 2 toneladas de carbono e também investigar como as pessoas estão usando e gerando energia e suas atitudes em relação as emissões. Seu veículo sofreu várias adaptações para que pudesse trafegar utilizando óleo vegetal como combustível.

Nenhum comentário: