quarta-feira, 31 de março de 2010

Bussmania 2 anos

0 comentários
Com o aniversário da Bussmania no dia 1º de Abril, preparamos este Layout para você.
É o nosso presente para todos os leitores que fazem da Bussmania um blog cada vez melhor.

Bussmania 2 Anos
Sempre, de ônibus com você.

Mauro Bellini é eleito vice-presidente do conselho da Marcopolo

0 comentários
Caxias do Sul (RS), 30 de março de  2010 - Em Assembleia Geral Ordinária, realizada hoje, dia 30 de março, em Caxias do Sul, RS, a Marcopolo promoveu mudanças no Conselho de Administração. Na mesma assembleia, o Conselho de Administração elegeu Mauro Bellini vice-presidente.  
 
Mauro Bellini é formado em Engenharia Mecânica pela PUC - Pontifícia Universidade Católica; em Administração de Empresas, pela UFRGS – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, e MBA (Master in Business Administration) na International Negotiation School, em Joanesburgo, África do Sul. 
 
Na vida profissional, Mauro trabalhou em diversas divisões da Marcopolo. Foi sócio/diretor da empresa Brasa PTY, em Joanesburgo, África do Sul, onde atuou na comercialização de ônibus Marcopolo e foi responsável pela abertura de mercado em mais de 30 países da África e Oriente Médio. Desde 2007, compõe o Conselho de Administração da companhia.  
 
A Assembleia Geral elegeu dois novos conselheiros: Ivoncy Ioschpe - representante dos controladores. É economista, presidente do Conselho de Administração da Iochpe-Maxion; presidente do Conselho Curador da Fundação Iochpe e fundador da Iochpe-Maxion S/A, grupo empresarial que atua nos segmentos de autopeças e equipamentos ferroviários;  Rogério Ziviani - representante dos acionistas portadores de ações preferenciais. É administrador de empresas, formado pela Universidade Mackenzie – SP, com especialização em Administração Internacional pela University of So. New Hampshire – USA; foi diretor da Suzano Papel e Celulose, da Bahia Sul Celulose e gerente de várias áreas na Aracruz Celulose. Atualmente, é Conselheiro de Administração da Duratex.
 
De acordo com Paulo Bellini, presidente do Conselho de Administração da Marcopolo, as mudanças realizadas trarão uma nova dinâmica à companhia. "O ingresso de novos profissionais, na administração, certamente contribuirá para o aperfeiçoamento das competências e um crescimento estratégico dos negócios. A gestão da empresa seguirá sendo exercida pela Diretoria Executiva, que abrange todas as áreas da empresa", esclarece. 
 
O Conselho de Administração da Marcopolo passa a ter a seguinte composição: Paulo Bellini – presidente; Mauro G. Bellini – Vice-presidente; Valter Gomes Pinto, José A. F. Martins, Fuad J. Noman Filho, Ivoncy B. Ioschpe e Rogério Ziviani – Conselheiros.

Ônibus da Defesa do Consumidor da Alerj orintará moradores de Caxias

0 comentários
Na próxima semana, entre segunda-feira (29/03) e quinta-feira (01/04), o ônibus da Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Rio estará na Avenida Nilo Peçanha, em frente à loja Ricardo Eletro, no calçadão de Duque de Caxias.

FOTO: DIVULGAÇÃO ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO RIO DE JANEIRO
O atendimento móvel da comissão, presidida pela deputada Cidinha Campos (PDT), vai funcionar das 9h às 17h, e as reclamações registradas pelos funcionários do ônibus são encaminhadas à sede da Codecon. As empresas alvo de queixas recebem notificação. Também é possível registrar as reclamações no guichê de atendimento da comissão, no Centro Administrativo da Alerj, na Rua da Alfândega, 8, no Centro.

Os consumidores podem, ainda, dirigir-se ao térreo deste endereço, onde estão disponíveis guichês de atendimento à população. O serviço funciona nos dias úteis, das 10h às 16h. Os interessados em entrar em contato com a comissão para tirar dúvidas ou fazer reclamações de serviços e produtos podem ligar para o Disque Defesa do Consumidor através 0800 282 7060.

Com informações da Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro - ALERJ

terça-feira, 30 de março de 2010

Caio Induscar entrega maiores ônibus do mundo

0 comentários
A encarroçadora de ônibus Caio Induscar fará a entrega das 100 unidades dos urbanos Topbus para o Grupo Ruas, de São Paulo. O evento será numa concessionária Volvo da capital, no dia 25 de março.

Com projeto totalmente novo, os veículos, sobre chassi Volvo B9Salf recentemente lançado no Brasil, são 100% piso baixo e, com 26,5 metros de comprimento, possuem lotação para 48 pessoas sentadas e 147 em pé e um cadeirante, atendendo aos padrões de acessibilidade, conforto, segurança e capacidade de transporte.

A nova carenagem do ônibus encobre e direciona a entrada de ar para o radiador. O design causa impressão de imponência, originalidade e velocidade.

Foto: Site Caio

O Topbus tem a poltrona do motorista na posição central, para facilitar o controle do ônibus e visibilidade, um conceito inovador de dirigibilidade. Conta com 8 portas, sendo 7 para entrada de passageiros e uma de serviço exclusiva para acesso do motorista. Sua estrutura é reforçada com tubos especiais de maior resistência.

Os ônibus serão destinados a operar no município de São Paulo, contribuindo para melhora no trânsito da cidade, por meio de operadoras que transportam em média cerca de 90 milhões de pessoas por mês.

Também são vantagens das carrocerias Topbus, menor custo por passageiro transportado e atendimento da demanda de forma mais equilibrada. São ideais para sistemas BRT's (Bus Rapid Transit) e grandes corredores urbanos.


Com Informações: Caio Induscar

5 pontos sem o cinto?

0 comentários
A Federação dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Paraná (Fetropar) vai recorrer da decisão da 3.ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF4) que decidiu, no último dia 19, que motoristas de ônibus e microônibus devem ser penalizados quando os passageiros do veículo não utilizarem o cinto de segurança nas rodovias que cruzam todo o Paraná.

O motivo alegado pela relatora do processo no tribunal, desembargadora federal Maria Lúcia Luz Leiria, é o de que a não utilização do cinto de segurança constitui infração de trânsito e a penalidade deve ser imposta ao condutor, pois a ele cabe a responsabilidade pelas infrações decorrentes de atos praticados na direção do veículo.

O presidente da Fetropar, Epitácio Antonio dos Santos, afirma que a medida proposta pelo tribunal contém erros de interpretação. "A decisão não foi analisada de forma correta. Os artigos 65 e 167 do Código Brasileiro de Trânsito falam, respectivamente, da obrigatoriedade do uso de cinto pelos passageiros e sobre a multa para quem descumprir a norma. Todavia, em nenhum momento está claro que o condutor deve ser o responsável", diz.

Para o presidente, o motorista não tem como controlar ou mesmo obrigar o passageiro a utilizar o equipamento de segurança. "O condutor, nesses ônibus, fica em uma cabine isolada. Ele não pode deixar de prestar atenção na estrada e ver quem está sem cinto. A medida é descabida e injusta, pois o infrator não é o motorista, mas sim o passageiro", opina.

Ele diz ainda que essa medida torna a profissão inviável. "Se em toda a viagem que ele fizer perder cinco pontos na carteira de habilitação, em dois ou três dias ela será cassada, ou seja, será impossível trabalhar". 

Antonio dos Santos informa que estará se reunindo hoje em Brasília para conseguir apoio político contra esta medida. "Vou conversar com o senador Paulo Paim (PT-RS) e com o deputado Marcelo Almeida (PMDB-PR) para ver a possibilidade de alteração desses artigos. Nós também vamos ingressar no Superior Tribunal de Justiça (STJ) a fim de reverter essa situação. Estamos confiantes, pois nosso argumento é forte", avalia.

segunda-feira, 29 de março de 2010

Acessibilidade no transporte coletivo

0 comentários
A novela "Viver a vida" colocou um problema em evidência, esta semana. A cena entre a protagonista Luciana e o cobrador de um ônibus retrata bem a realidade. 

Cobrador: Olha só, moça, eu vou avisar logo que vai demorar, tá? Luciana: Demorar o que, moço? Cobrador: Pra resolver isso aqui, o elevador Luciana: Não devia ser assim, né, mas paciência. 

Cena de novela? É, mas tem tudo a ver com o que aconteceu com o artista plástico Alarico Moura, em um ponto de ônibus do centro do Rio de Janeiro, esta semana. Meia hora de espera e quem disse que o equipamento funcionava? 

Alarico e outros quatro cadeirantes foram convidados pelo programa Fanstástico da Rede Globo, para fazer um teste em ônibus de Rio de Janeiro, São Paulo, São Luís, Goiânia e Porto Alegre. 

O primeiro caso é do carioca. Com ajuda de um pedestre, Alarico sobe e se acomoda no lugar destinado a portadores de necessidades especiais. Mas na hora de recolher o equipamento, problemas. A cobradora aperta o botão, sobe no elevador e nada. 

"Não é que eu não estou sabendo ligar. O negócio é que não está funcionando", explica a cobradora. 

Passageiros desistem de esperar. O elevador, enfim, dá sinal de vida. E 20 minutos depois, o ônibus sai. 
FOTO: REPRODUÇÃO DE TV
















Só que depois do desembarque do Alarico, o elevador emperra de novo. "Eu me senti muito constrangido, porque essa dificuldade toda faz com que o veículo demore muito tempo, quer dizer, os passageiros em trânsito, estão se deslocando, saindo do trabalho, voltando para casa, eu fiquei olhando para o rosto das pessoas com um constrangimento muito grande", revela o cadeirante. 

Dos 8,8 mil ônibus que circulam no município do Rio de Janeiro, 2 mil já estão adaptados, segundo o sindicato das empresas de ônibus. Mas ainda há muito a fazer. Um decreto de 2004 determina que 100% da frota nacional deverão estar totalmente acessíveis aos cadeirantes em 2014. Faltam quatro anos. E não basta ter o equipamento, é preciso saber usar. 

"No meu ponto de vista, nós estamos super atrasados. Em quatro anos muito dificilmente teremos toda a frota adaptada e é uma capital que vai ser a capital da Olimpíada e da Para-Olimpíada, além de ser uma sede da Copa de 2014", observa o presidente do Instituto Muito Especial, Marcos Scarpa . 

Outra sede da Copa também mostra problemas. São Paulo tem 15 mil ônibus, quase 4 mil adaptados. O administrados de empresas Eduardo Figueiredo Palma deu sorte. Seis minutos no ponto e o ônibus chegou. Tudo funcionou bem. Mas a espera pelo segundo ônibus foi um balde de água fria. 

"Já faz 27 minutos agora que eu estou esperando o ônibus", conta. 

O ônibus adaptado só chegou 59 minutos depois. 

"O cadeirante paulista que irá fazer viagem de ônibus e necessitar desse ônibus adaptado vai encontrar dificuldade na questão de tempo, porque nem todas as linhas são adaptadas, e dificuldade na questão de preparo dos profissionais para atendê-lo", avalia o administrador de empresas. 

E o pior ainda estava por vir. Em São Luís, somente 231 ônibus de quase 1 mil estão preparados para receber quem usa cadeira de rodas. Antônio chegou ao ponto de ônibus às 15h45. Três veículos adaptados pararam, mas o equipamento não funcionou em nenhum. Quando deu certo, ainda teve que explicar como fazer a plataforma se movimentar. O embarque aconteceu duas horas e treze minutos depois da chegada ao ponto. 

Fomos ao Centro-Oeste, em Goiânia, grande parte da frota é acessível aos cadeirantes: mais de 1,1 mil dos quase 1, 5 mil ônibus. Mas isso não significa que o serviço é eficiente. De novo, defeito no equipamento. 

Outro ônibus, o mesmo problema. Só meia hora depois de muitas tentativas, um elevador para Juliana. "É sempre assim, mas hoje parece que está pior, viu? De cada dez ônibus que passa, três estão estragados, o motorista não para, se tiver muito cheio eles não param para embarcar o cadeirante" 

Em Porto Alegre, o número de carros adaptados é pequeno: são 470 dos quase 1,6 mil. A advogada Andréa Pontes aguardou meia hora pelo primeiro ônibus para cadeirante no centro da cidade. Fora a espera, tudo correu bem. 

Quando repetimos o teste em outro ônibus, o motorista deu exemplo. Manobrou o carro para chegar mais perto do meio-fio. Andréa entrou e saiu com muita rapidez. 

"Eu fiquei bastante admirada na forma como os ônibus em Porto Alegre estão preparados e, principalmente, os funcionários das empresas". 

Resultado do teste do Programa Fantástico: Porto Alegre tem o melhor serviço. E São Luís foi a capital onde constatamos o pior atendimento. Além do mais longo tempo de espera, 2 horas e 13 minutos, em três ônibus adaptados o elevador não funcionava. 

Na opinião de quem trabalha para inserir o cadeirante na sociedade, a falta de transporte digno impede a pessoa de ser cidadã. 

"Impacta diretamente na sua vida profissional, na sua vida social, ela não tem direito de ir a um médico, ela não consegue chegar a um hospital, ela não consegue chegar, fazer um tratamento ambulatorial, ela fica literalmente ilhada dentro de casa", fala Marcos Scarpa. 

Com informações do Fanstástico da TV Globo

sexta-feira, 26 de março de 2010

Parque Nacional do Iguaçu (PR) terá mais cinco ônibus turísticos

0 comentários
Os turistas que visitam o Parque Nacional das Cataratas do Iguaçu, em Foz do Iguaçu (PR), vão ganhar mais cinco ônibus. Os novos veículos são articulados, mais econômicos e possuem capacidade maior de passageiros. Uma unidade já está em fase de experimentação no parque.
 
Na primeira semana de abril, a concessionária Cataratas do Iguaçu S/A e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade apresentarão a nova frota.
 
FOTO: MARCOS LABANCA - DIVULGAÇÃOClique para ampliar
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
O mais novo ônibus articulado com chassi Volvo da Mascarello chega ao mercado mostrando todo o seu potêncial para o transporte público de passageiros. Com a chegada da Copa de 2014 que será realizada no Brasil, a encarroçadora entra na disputa por novos clientes que estarão buscando melhorar o sistema de transporte em diversas cidades.
 
Com informações do portal Panrotas e Cataratas do Iguaçu.

quinta-feira, 25 de março de 2010

Tarifa de ônibus deve subir em Joinville

0 comentários
Embora ainda não tenha sido protocolado nenhum pedido oficial pelas empresas de ônibus, a Prefeitura de Joinville já está conversando sobre o novo valor da passagem, que deve ficar na casa dos R$ 2,60. A questão da gratuidade dos idosos também entrou na pauta e pode contribuir ainda mais no aumento do preço.
Nesta quinta, uma reunião entre o prefeito Carlito Merss (PT), o secretário de Infraestrutura, Ariel Pizzolati, e o presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento para o Desenvolvimento Sustentável de Joinville (Ippuj), Luiz Alberto de Souza, discutirá alternativas para a gratuidade universal dos idosos entre 60 a 64 anos. O aumento da tarifa deve sair até o final de abril.
A administração municipal já trabalha com alguns números. Seguindo a tabela, o Seinfra projeta uma inflação que elevará a passagem para a casa de R$ 2,50 até R$ 2,60. Mas ainda há o reajuste dos funcionários das empresas de ônibus, que acontece em maio. É esperado que as empresas aceitem um pedido de 10% de reajuste, que inflaria a folha salarial e, proporcionalmente, a tarifa.
— Tudo está entrando na planilha. Controlamos o aumento dos custos e discutimos. Será uma decisão técnica e política. Em abril se terá uma palavra final sobre tudo — avisa Pizzolatti.
Existe ainda a possibilidade que a reunião desta quinta faça o reajuste ser maior. O prefeito discutirá se dará gratuidade universal para os idosos de 60 a 64 anos. A passagem gratuita, cassada na Justiça ano passado, precisará de subsídio para valer. Os idosos representavam 3,6% dos usuários do sistema em Joinville. O custo estimado do subsídio ficaria em R$ 4 milhões anuais.
— Falamos sobre várias propostas. Mas todas têm um custo, que terá um impacto em algum lugar — comenta Luiz Alberto de Souza.
Para combater o novo aumento do ônibus, foi criada a Frente de Luta pelo Transporte Público. O estudante de design gráfico André Altmann comenta que manifestações contra o aumento devem começar em breve.
— Não podemos ficar parados com um novo aumento. Faremos panfletagens e manifestações contra — afirma.
Com Informações: A Notícia (Joinville).

Entenda a importância da coleta e destinação adequada dos pneus inservíveis

0 comentários
Após atingir seu desgaste completo, um pneu se torna inservível. Como é material de longo processo de decomposição, ele não deve ser descartado no meio ambiente. Tem que ser recolhido e destinado de forma adequada ambientalmente. Depois de triturado, por exemplo, ele pode virar asfalto ecológico, pode ser usado como fonte de calor para cimenteiras ou pode virar um piso antiderrapante. A Reciclanip, entidade voltada exclusivamente para a coleta e destinação de pneus inservíveis tem um papel fundamental para que esse ciclo de reciclagem possa ser realizado. A organização é hoje uma das maiores iniciativas de pós-consumo da indústria brasileira e já coletou e destinou adequadamente mais de 1,2 milhão de toneladas de pneus inservíveis. Para dar mais detalhes sobre o assunto e entender a importância da reciclagem de pneus, Cesar Faccio, coordenador da Reciclanip, concedeu a entrevista abaixo.

O que é a Reciclanip?

A Reciclanip é uma entidade cujo objetivo é coletar e destinar de forma ambientalmente adequada os pneus que não podem mais ser usados para rodagem. Ela foi criada em 2007 para consolidar o Programa Nacional de Coleta e Destinação de Pneus Inservíveis, criado em 1999 pela Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos (ANIP), entidade que representa os fabricantes de pneus novos. As atividades da entidade atendem a resolução 416/09 do CONAMA, que regulamenta a coleta e destinação dos pneus.

A Reciclanip compra ou vende pneus inservíveis?

Não. A Reciclanip é uma entidade sem fins lucrativos, por isso não compra e não vende pneus. Seguindo o modelo de gestão de empresas européias, com larga experiência na coleta e destinação de pneus inservíveis, a Reciclanip é diferente no quesito remuneração: enquanto essas empresas são pagas pelos vários agentes da cadeia produtiva para cobrir as despesas operacionais e garantir a destinação de pneus em seus países, no Brasil, os fabricantes de pneus novos, representados pela ANIP, arcam com todos os custos de coleta e destinação dos pneus inservíveis, como transporte, trituração e destinação. Os fabricantes de pneus já investiram mais de US$ 95 milhões no programa até o ano passado. Para este ano, o investimento previsto é de US$ 25 milhões.

Como é feita a coleta dos pneus inservíveis?

O programa é desenvolvido por meio de parceiros, na maioria dos casos com prefeituras, que cedem um terreno dentro de normas específicas de segurança e higiene. Este local é usado para recolher e armazenar o material vindo de origens diversas, como borracharias, revendedoras e dos próprios cidadãos.

O responsável pelo Ponto de Coleta comunica a Reciclanip sobre a necessidade de retirada do material quando atinge a quantidade de 2000 pneus de passeio ou 300 pneus de caminhões. A partir daí, a Reciclanip programa a retirada do material com os transportadores conveniados.

Só no ano passado, a Reciclanip coletou 250 mil toneladas de pneus inservíveis nos mais de 440 pontos de coletas que temos espalhados pelo País. Desde o início do Programa Nacional de coleta e Destinação de Pneus Inservíveis, mais de 240 milhões de pneus de passeio tiveram destino ambientalmente responsável.

Para saber onde levar os pneus inservíveis, é só consultar a lista com todos os pontos de coleta que está no site www.reciclanip.com.br

Quais as exigências para um parceiro que quer montar um ponto de coleta em seu município?

É importante que a área do ponto de coleta seja coberta e protegida, a fim de se evitar o acúmulo de água ou mesmo a entrada de pessoas não autorizadas.

Depois que a Reciclanip coleta um pneu, para onde ele vai?

Após coletado, o pneu vai para trituração e pode ser reaproveitado de diversas formas, como combustível alternativo para as indústrias de cimento ou para combustível de caldeiras, na fabricação de asfalto ecológico, solados de sapato, em borrachas de vedação, dutos pluviais, pisos para quadras poliesportivas, pisos industriais e tapetes para automóveis.

Todas estas destinações são aprovadas pelo IBAMA como destinações ambientalmente adequadas. Hoje, grande parte dos pneus coletados vai para combustível alternativo usado para as cimenteiras, que recebem um pagamento da Reciclanip para usar o material e, com isso, dar uma destinação adequada. Para que seja ambientalmente correta, a queima deste material nas cimenteiras é cerca de todos os cuidados ambientais necessários, com o uso de filtros especiais, por exemplo,

Quais riscos para o meio ambiente no caso de pneus descartados de forma errada?

Além de ser um dos mais importantes focos de dengue, os pneus inservíveis descartados de forma errada contribuem para entupimentos de redes de esgoto e enchentes, poluição de rios e ocupam um enorme volume nos aterros sanitários. Se queimados de forma errada, geram poluição atmosférica. Um pneu costuma demorar mais de 150 anos para se decompor. Por isso, é fundamental investir em sua reciclagem. Ele não pode ser descartado na natureza.

Com informações da Reciclanip - www.reciclanip.com.br

domingo, 21 de março de 2010

Terminal Rita Maria é destaque nacional após mudanças.

0 comentários
O Terminal Rita Maria que foi tão criticado pela estrutura e obras que vinham acontecendo agora foi destaque na mídia nacional.

 

O presidente do Deter, Altamir José Paes foi entrevistado e relatou como aconteceram os processos de mudanças e tudo o que ainda está sendo feito para transformar o Terminal Rita Maria no principal ponto de recepção de turistas que escolhem Santa Catarina como destino.

Novidades no Blog

0 comentários
No dia 1 de abril de 2010 a Bussmania estará completando 2 anos "de ônibus com você". E para comemorar, o Blog terá uma nova identidade visual.
Aguarde...

Caio Induscar participa de exposição e fecha vendas no exigente mercado internacional de ônibus

0 comentários
A Caio Induscar participou da exposição anual da UMA (United Motorcoach Association), em Las Vegas, Estados Unidos.

No evento, a encarroçadora fez o lançamento de um de seus modelos rodoviários, o Giro 3600. Também foi exibido o modelo Giro 3400 e o chassis de 3 eixos de um parceiro da empresa no mercado americano.
Os rodoviários despertaram grande interesse no público e, durante a UMA, foram comercializadas várias unidades completas e recebidas intenções de compra.

Novo pneu para ônibus urbanos

0 comentários
A Bridgestone Bandag Tire Solutions (BBTS), a maior fabricante de pneus do mundo, acaba de lançar o pneu R155 na medida 295/80R22.5. O produto é voltado unicamente para caminhões e ônibus que transitam em centros urbanos e, por isso, possui especificidades desenvolvidas especialmente para esse tipo de utilização. Entre essas características, destaque para o maior volume de borracha, a maior profundidade dos sulcos, o talão reforçado e a lateral reforçada. 

"Por se tratar de um pneu de aplicação urbana, focamos em desenvolver benefícios que atendam as necessidades prioritárias do usuário, como a alta quilometragem na primeira vida, e a resistência a impactos laterais, buracos e frenagens bruscas", afirma Ricardo Drygalla, gerente de marketing da Bridgestone Bandag. 

FOTO: DIVULGAÇÃO

Entre os públicos-alvo da BBTS estão as companhias de transporte público, as fornecedoras de caminhões-betoneiras, caminhões-guindastes, as empresas de coletas de lixo e afins. Segundo Drygalla, são nichos da economia que estão em ascensão e, por isso, representam parcela primordial nos planos da organização. "Verificamos um crescimento significativo desses mercados, o que faz deles grandes oportunidades de negócios nos próximos anos", ressalta o executivo. 

De acordo com dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (ANFAVEA), o número de licenciamentos de ônibus urbanos cresceu cerca de 20% entre 2007 e 2008, totalizando mais de 27 mil novos veículos. Hoje, os ônibus urbanos representam o maior filão do segmento de ônibus no Brasil. Da atual frota de quase 194 mil veículos, 62% são ônibus urbanos. 

De acordo com dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (ANFAVEA), o número de licenciamentos de ônibus urbanos cresceu cerca de 20% entre 2007 e 2008, totalizando mais de 27 mil novos veículos. Hoje, os ônibus urbanos representam o maior filão do segmento de ônibus no Brasil. Da atual frota de quase 194 mil veículos, 62% são ônibus urbanos. 

A Bridgestone, com sede em Tóquio (Japão), é a maior fabricante mundial de pneus e detentora da marca Firestone. Emprega 138 mil funcionários no mundo e mantém operações em 26 países. No Brasil, produz pneus para todos os segmentos em suas fábricas de Santo André/SP e de Camaçari/BA, que juntas atingem uma capacidade de produção de 40 mil pneus ao dia.

Saiba mais em www.bridgestone.com.br

Com informações da Bridgestone

Paradiso G7 da Caxiense

0 comentários
Caxias do Sul (RS), 19 de março de  2010 - A Marcopolo participa do V Salão Gaúcho de Turismo, realizado de 18 a 21 de março, nos Pavilhões da Festa da Uva, em Caxias do Sul e expõe o Paradiso 1200 comemorativo às mil unidades da nova Geração 7, produzido para a Expresso Caxiense.
 
Considerado ideal para o transporte em viagens de médias e grandes distâncias, o modelo Paradiso 1200 apresenta baixo custo operacional e extrema robustez. O Paradiso G7 conta ainda com equipamentos exclusivos, como os kits para refrigeração de freios e pneus. Instalados nas caixas de roda, aproveitam o fluxo natural de circulação do ar com o veículo em deslocamento para reduzir a temperatura desses componentes e ampliar a sua vida útil.
 
Realizado pela primeira vez fora da capital gaúcha, o 5º Salão Gaúcho do Turismo tem como objetivo aumentar o valor turístico dos variados produtos locais, promovendo as 23 microrregiões turísticas do Estado, criando capacidades produtivas especializadas, reduzindo a sazonalidade e contribuindo para seu desenvolvimento sustentável, por meio da geração de divisas, emprego e renda. Promovido pelo governo do Rio Grande do Sul e pelo Ministério do Turismo, o evento deve receber aproximadamente 100 mil visitantes em 2010.
 
 
Crédito da foto: Jean Da'Alba - Photo Traço

Adiada a reintegração das linhas intermunicipais ao Terminal Cidade de Florianópolis

0 comentários
O Ministério Público recomendou nesta sexta-feira a suspensão da transferência das linhas intermunicipais do Terminal de Integraçao Central (Ticen) para o Terminal Urbano Cidade de Florianópolis. Funcionando desde a construção do TICEN, o Cidade de Florianópois foi abandonado pelo poder publico. Seria reativado nesta terça-feira, aniversário da cidade, mas o MP alega que não há infraestrutura suficiente para o local voltar a receber os passageiros.

Segundo o MP, nem todas as obras prometidas pela prefeitura foram feitas. A promotoria diz que a revitalização, até agora, foi apenas na parte estética do Terminal.

— Nós não vamos discutir se o melhor local é o Ticen ou o Cidade de Florianópolis. O que nós estamos colocando é que é necessário que sejam feitas obras, que o prefeito inclusive diz que vai fazer — explica o promotor de Justiça, Herculano de Abreu.

Se a prefeitura não atender à recomendação, o MP vai entrar com uma ação na Justiça para que a volta dos ônibus para o local seja impedida. A procuradoria do município já foi comunicada informalmente pelo promotor e se comprometeu a seguir a orientação.

— A gente não vai inaugurar o terminal se não colocar ele em operação. Primeiro vamos terminar as obras necessárias, e a população há de entender que isso é necessário, para que, em seguida, coloquemos aquele equipamento em funcionamento — explica o procurador do município, Jaime de Souza.

A inauguração do Terminal Cidade de Florianópolis foi suspensa, mas a decisão de revitalizar o local está mantida. A prefeitura acredita que em três meses todas as obras devem estar concluídas.

Planalto oferece internet a bordo de seus ônibus Double Service

0 comentários
Em meio ao mundo da tecnologia e da globalização, a empresa Planalto que opera diversas linhas no Rio Grande do Sul inova e traz aos seus clientes e passageiros todo o conforto e a segurança de uma boa viagem agora com mais serviço, o de internet sem fio. A bordo dos modernos e confortáveis ônibus da empresa, basta o passageiro estar com notebook ou celular para ter acesso a grande rede de computadores.

FOTO: DIVULGAÇÃO EMPRESA PLANALTO













A empresa vem apostando na tecnologia desde setembro de 2009, quando deu início aos primeiros testes em parte de sua frota, afim de oferecer um serviço diferenciado e tão importante nos dias em que todos se mantém conectados. Durante a viagem, agora é possível ver os e-mails, bater papo no msn, ver fotos de ônibus, ler notícias e até mesmo enviar mensagens, inclusive aqui para a Revista do Ônibus, através de nosso portal de conteúdo, e também para a diretoria da empresa Planalto.

FOTO: DIVULGAÇÃO EMPRESA PLANALTO











Atualmente, todos os carros do tipo Double Service (dois serviços: leito e convencional) possuem internet a bordo. No total são 36 veículos, que aos poucos estão sendo adesivados para que os clientes possam identificá-los por onde estiverem. A velocidade da conexão, por enquanto, é de 2 Mbps provinda de modem 3G acoplado a um roteador wireless, uma parceria entre a Planalto e a operadora Vivo. 

As linhas que operam o serviço Double Service equipado com internet sem fio são: 

Porto Alegre - Santa Maria,
Porto Alegre - Uruguaiana,
Porto Alegre - Rio Grande,
Porto alegre - Itaqui,
Porto alegre - São Borja.

No site da empresa é possível ter mais informações e valores de tarifas.

terça-feira, 16 de março de 2010

Marcopolo exporta primeiro G7 para Nigéria

0 comentários
Caxias do Sul (RS), 16 de março de  2010 - A Marcopolo realizou a entrega dos primeiros quatro ônibus da Geração 7 para a companhia nigeriana ABC Transport, tradicional cliente daquele país. Para apresentar os novos veículos de sua frota, a ABC Transport reuniu, no final de fevereiro, em Lagos, maior cidade da Nigéria, empresários do setor, convidados e representantes do governo local. 
 
Segundo o diretor de operações comerciais para o mercado internacional da Marcopolo, Paulo Andrade, os ônibus rodoviários da Marcopolo conquistaram excelente aceitação entre os empresários de transporte nigerianos. "A apresentação dos novos veículos contou com a participação de cerca de 30 operadores, que correspondem a mais de 80% da frota de ônibus rodoviários do país. Alem desses, compareceram representantes da Mercedes-Benz e Volkswagen, parceiros no fornecimento de chassis", destaca o executivo.

Lançado no Brasil no final de 2009, o Paradiso 1050 prioriza o conforto e a segurança dos passageiros e possui desenho arrojado, com destaque para o conjunto óptico, com lanternas e sinalizadores de direção com LEDs. O modelo conta com 52 poltronas executiva mais largas (1.060mm) e maior altura interna (1,93m) que proporciona uma melhor acomodação do ocupante. 
 
O Paradiso 1050, desenvolvido especialmente para a ABC Transport, possui porta entre os eixos para facilitar o acesso de passageiros, sistema de áudio e vídeo com dois monitores LCD, aparelho de DVD e rádio com CD. Com chassi Mercedes-Benz O500RSD 6x2, os veículos serão utilizados em rotas nacionais e internacionais.
  
Crédito da foto: Júlio Soares.

Novo reality show: Busão do Brasil

0 comentários
Com os reality shows voltando à moda na televisão brasileira, a Band decidiu não ficar de fora. À medida que Globo, SBT, Record e RedeTV! planejam novos lançamentos do gênero para este ano, a emissora já se prepara para lançar Busão do Brasil, programa que confinará participantes dentro de um ônibus que rodará o país.

FOTO: ANTÔNIO MOREIRA - DIVULGAÇÃO

De acordo com o colunista Flávio Ricco, a atração, que está sendo bancada por um importante patrocinador, vai circular entre os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Bahia. A estreia acontecerá entre os meses de agosto e setembro.

Com informações: Revista do ônibus.

segunda-feira, 15 de março de 2010

Três pessoas são presas por apedrejar ônibus durante greve em Belo Horizonte

0 comentários
Três pessoas foram presas no começo da manhã desta segunda-feira ao apedrejarem um coletivo no bairro São Francisco, em Belo Horizonte, após nova greve dos rodoviários. Segundo a Polícia Militar (PM), o motorista do ônibus ficou ferido e foi levado ao Hospital de Pronto-socorro João 16.

Por conta da greve dos motoristas e cobradores de ônibus de Belo Horizonte, decidida durante assembleia realizada neste domingo, a Empresa de Transportes e Trânsito de Belo horizonte (BHTrans) adotou medidas para minimizar impactos da paralisação dos rodoviários, entre elas a autorização para os permissionários do serviço de táxi a utilizarem toda a frota no serviço de táxi-lotação.

Trânsito lento na avenida Cristiano Machado, sentido centro, em Belo Horizonte
Em balanço divulgado nesta manhã, a BHTrans informou que metade da frota da capital circula normalmente. Conforme a empresa, a situação é mais precária nas estações BHBus do Barreiro e Diamante. Já na Estação São Gabriel, são 40% dos ônibus operando nesta manhã.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Belo Horizonte e Região Metropolitana, além da capital, a greve atinge ainda as cidades de Nova Lima, Ribeirão Neves, Sabará, Santa Luzia, Rio Acima, Vespasiano e Pedro Leopoldo.

* com informações da Agência Estado

Ônibus Articulados e Biarticulados

0 comentários
Ônibus articulado, popularmente chamado de ônibus-sanfona, é um veículo do transporte coletivo que possuí um reboque traseiro, cujo acesso é feito por um sistema de "sanfona". O primeiro ônibus articulado fabricado no Brasil foi produzido por volta de 1978, sendo o modelo um Scania B111 com carroceria CAIO Gabriela. Na mesma época, foram introduzidos também ônibus rodoviários articulados, que foram testados por grandes empresas como a Viação Garcia e Auto Viação Catarinense; entretanto, o resultado dos testes não foi satisfatório e o conceito do ônibus rodoviário articulado foi abandonado no Brasil.

Em Portugal, as principais empresas que usam autocarros articulados são a Carris de Lisboa, a STCP do Porto, a Boa Viagem, a TUB de Braga, a SMTUC de Coimbra, aTransportes Sul do Tejo e a Barraqueiro.

Os ônibus articulados que não se utilizam de sanfona, mas, de um reboque, são chamados de Romeu-e-Julieta (no Brasil). Há também um outro tipo, não mutio bem sucedido, conhecido por "cavalo mecânico", constituido por um caminhão curto sem carroceria e uma carreta, como acontece nos grandes caminhões nas estradas. As difíceis manobras de seu longo comprimento foram a causa do fracasso desse tipo de ônibus.
Foto: Brunna Ariane.
Um outro segmento é o dos ônibus biarticulado, que são um tipo de ônibus que possui duas articulações sanfonadas, proporcionando um comprimento maior (equivalente a 3 ônibus convencionais) e consequentemente uma maior capacidade de transporte de passageiros. Utilizados nos grandes centros urbanos ao redor do mundo, foi primeiramente utilizado na cidade de Curitiba no estado do Paraná (Brasil). Possui 25 metros de comprimento e tem capacidade de transportar até 270 passageiros.

Atualmente o ônibus biarticulado, ou simplesmente biarticulado, como conhecido na cidade de Curitiba, atua em seis linhas, Centenário-Campo Comprido; Capão Raso-Santa Cândida; Circular Sul; Boqueirão; Pinheirinho-Rui Barbosa e Pinhais-Rui Barbosa.

Em São Paulo o ônibus biarticulado opera nas principais linhas de ônibus na zona sul e sudoeste, que ligam o Terminal Bandeira aos Terminais João Dias, Capelinha e Varginha ; do Largo São Francisco aos Terminais Capelinha e Varginha e da estação de Metrô Vila Mariana ao Terminal Capelinha.

Com Informações: Textos do Winkipédia.

Concurso de fotografia da Dimelthoz pode não acontecer

2 comentários
A Dimelthoz conhecida por muitos no meio de transporte por fabricar letreiros eletrônicos para ônibus, inclusive para grandes frotas como é o caso do Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, pode não dar continuidade há um projeto seu, que seria o concurso de fotografia anunciado em 2009. Na época a empresa chegou adiar o concurso por conta de falta de participantes. 

O atraso na realização do evento e a falta de informação da Dimelthoz para com participantes que chegaram enviar materiais para a empresa, vem deixando muitos admiradores de ônibus desacreditados para com a empresa.

sábado, 13 de março de 2010

Obra do Terminal Metropolitano de São José dos Pinhais está 80% concluída

0 comentários
As obras do terminal metropolitano de passageiros em São José dos Pinhais, na Grande Curitiba, serão concluídas no fim do mês de abril, de acordo com previsão do secretário do Desenvolvimento Urbano, Forte Netto. Realizada pela Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedu) e pela Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec), a construção está com mais de 80% dos serviços executados. O terminal terá 29 plataformas para 31 linhas de ônibus.
Até o momento, já foram feitos os serviços de drenagem, terraplenagem, construção civil dos espaços comerciais, administrativos e sanitários. Já estão concluídos: a estrutura metálica para cobertura, pavimento em concreto para a passagem dos ônibus e instalação elétrica, hidráulica e de incêndio. "Os pedestres vão contar com 4.300m² de área para transitar nas plataformas de embarque e desembarque", destaca o secretário do Desenvolvimento Urbano, Forte Netto.
Para concluir a construção, restam os serviços de sinalização, vertical e horizontal, paisagismo com o plantio de 2.500 m² de grama, árvores e arbustos, finalização do revestimento cerâmico nos sanitários, louças e metais e, por fim, a pintura e instalação de catracas para o acesso dos usuários ao terminal.
O terminal de São José dos Pinhais e os demais já concluídos e ou que estão sendo construídos através do Programa de Integração do Transporte (PIT) em municípios da Região Metropolitana de Curitiba, foram projetados para receber os ônibus articulados por meio de plataformas elevadas, atendendo ao novo padrão do transporte coletivo, que no local receberá diariamente cerca de 72 mil passageiros. As obras também atendem às normas de acessibilidade para portadores de necessidades especiais e já contam com a instalação de rampas.
A nova estação de passageiros, que recebe recursos de R$ 5 milhões, está localizada na Avenida das Américas com a Rua Claudino dos Santos, numa área implantada de 14 mil m² com vias e área coberta. A obra está sendo realizada em parceria com a prefeitura municipal que ofereceu a área do terminal.
Com informações da Agência de Notícias do Estado do Paraná.
Fonte: Revista do ônibus.

sexta-feira, 12 de março de 2010

Parceria entre Mercedes e Caio

0 comentários
Após vencer a licitação para registro de preços de ônibus escolares, a Caio Induscar elegeu como um dos parceiros para atendimento ao programa Caminho da Escola a Mercedes-Benz.
O Chassi OF-1418 da Mercedes-Benz com a carroceria Caio oferecem o produto ideal para você, prefeito ou gestor. Juntos, eles são a melhor opção para a frota da sua cidade. Confira:


  •  Robustez: resistente às condições severas.


  • Confiança/Credibilidade: você conhece bem a qualidade Mercedes-Benz.


  • Rentabilidade: economiza muito mais combustível.


  • Manutenção: mais barata, pós-venda completo e grande rede de concessionários.


  • Carros equipados com bloqueio: facilita a locomoção em lugares adversos e ajuda a sair de atoleiros.

Carris renova frota com a entrega de mais 13 ônibus

0 comentários
Os 13 novos ônibus que a Companhia Carris Porto-Alegrense entrega à população hoje, 12, às 9h, vão ampliar e qualificar a capacidade de transporte da Capital e reduzir a média de idade da frota (veja fotos). A solenidade de entrega será no Largo Glênio Peres (Centro Histórico) e contará com as presenças do prefeito José Fogaça e do diretor-presidente da Carris, Antônio Lorenzi.
Código: 51038 - TRANSPORTE - 11/03/2010
Novos ônibus da Carris que ampliarão a capacidade de transporte da Capital.
Foto: Ivo Gonçalves/PMPA
Serão beneficiadas com os novos ônibus, que passam a circular a partir de segunda-feira, 15, as linhas T1, T9, T6 e T8. Os novos veículos Volvo B7R LE têm entrada acessível para cadeirantes e ar-condicionado, proporcionando mais conforto aos passageiros. Os novos motores eletrônicos, em substituição ao motor mecânico, tornam o veículo bem menos poluente. Com 13,20 metros, os carros têm suspensão ativa, suspensão pneumática, freios eletrônicos pneumáticos, caixa automática e motor traseiro.
Centro Integrado - Às 15h, a Companhia dará início às obras do Centro Integrado da Carris com o lançamento da pedra fundamental da creche e visita às obras de alargamento e ajardinamento do local, na rua Albion, 385.
Com informações: Companhia Carris.

1001 muda seu intinerário na linha Rio x Campos

0 comentários
O Departamento de Transportes Rodoviários (Detro) autorizou nesta quinta-feira, em caráter emergencial, a Auto Viação 1001 a alterar o itinerário dos ônibus que operam entre o Rio e Campos devido o fechamento da BR-101 por manifestantes. Os ônibus atualmente passam pelo município de São Fidelis. Agentes do Detro ficarão na rodoviária de Campos até as 21h, orientando os passageiros. Assim que a pista for liberada, a linha volta a operar no itinerário normal.
Com informações da TV Globo e G1

terça-feira, 9 de março de 2010

"Histórias de...": Busscar

0 comentários
Em 17 de setembro de 1946, os descendentes de suecos Augusto Bruno Nielson e Eugênio Nielson abriram uma marcenaria em Joinville. Faziam móveis, esquadrias, balcões de madeira. Um ano depois, a Nielson & Irmão reformava a primeira carroceria de ônibus. Pouco depois, em 1949, eles montaram uma jardineira com estrutura totalmente de madeira, sobre um chassi Chevrolet Gigante. Era a semente de um negócio que em poucas décadas se transformaria em um importante fabricantes de ônibus no mercado mundial.

Busscar é assaltada nesta segunda-feira

0 comentários
Um caixa eletrônico do banco Itaú foi arrombado na madrugada desta segunda-feira, em Joinville. O equipamento fica dentro da Busscar Ônibus. Ninguém soube dizer como os ladrões entraram no local.
Uma pessoa que trabalha na Busscar apenas confirmou que os arrombadores entraram sem serem vistos e levaram todo o dinheiro. O valor levado não foi divulgado. Ninguém foi identificado ou preso até o início desta tarde.
Com informações do jornal A Notícia.
Fote: Revista do ônibus

domingo, 7 de março de 2010

Chegam novo ônibus na Insular

0 comentários
Na segunda-feira dia 01/03/2010 foram notados pela população do Sul da Ilha de Santa Catarina, alguns ônibus diferentes circulando na região. Tratavam-se de veículos transferidos da empresa Estrela Transporte Coletivo para a empresa Insular Transporte Coletivo.

Os carros estão circulando ainda com a pintura da antiga empresa, porém, estão já com as numerações e logotipos ajustados aos padrões da atual usuária. Veja abaixo a numeração nova e a antiga de cada veículo:
  • Nº 5340 (antigo Nº 4319);
  • Nº 5341 (antigo Nº 4316);
  • Nº 5342 (antigo Nº 4317);
  • Nº 5343 (antigo Nº 4319);
  • Nº 5344 (antigo Nº 4322).

Todos os ônibus transferidos são do modelo Svelto, ano 2002, encarroçadora Comil, chassis O-500M da Mercedes-Benz (motor traseiro) e todos possuem letreiro luminoso.

Veja abaixo as fotos tiradas do varro nº 5341 na segunda-feira, por Diogo Carvalho S. do blog Mobilidade Urbana.

Fontes especulam, que a Estrela pretende comprar 15 novos ônibus para sua frota intermunicipal.

Floripa by Bus

0 comentários
A Floripa by Bus é uma empresa criada para realizar passeios em Florianópolis, de uma forma diferenciada e inovadora. Seguindo a tendência das maiores cidades turísticas do mundo, realiza passeios na Ilha de Santa Catarina desde 2008, a bordo de um exclusivo Open Bus.
Através de roteiros específicos, apresenta aos passageiros os principais pontos turísticos, ambientais, culturais e de lazer que integram a paisagem de Florianópolis. Também disponibiliza o ônibus para empresas, instituições e grupos que queiram contratá-lo para viagens particulares.


O terminal de embarque e ponto de vendas do ticket, localizam-se no Shopping Center Iguatemi, no bairro Santa Mônica, em Florianópolis.


Uso obrigatório de GPS em ônibus interestadual será discutido em audiência

0 comentários
Projeto que altera o Código de Trânsito Brasileiro para tornar obrigatório o uso de dispositivo de rastreamento por satélite (GPS) em ônibus interestaduais, como item de segurança, será discutido em audiência pública pela Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI). Requerimento propondo o debate, apresentado pela senadora Serys Slhessarenko (PT-MT), foi aprovado pela CI em reunião nesta quinta-feira (4). 

O projeto (PLS 711/07), apresentado em 2007 pelo então senador Expedito Júnior, visa dar mais segurança aos passageiros em viagens interestaduais, vítimas frequentes de assaltos aos ônibus, especialmente nas madrugadas. A matéria constava da pauta da reunião desta quinta-feira da Comissão de Serviços de Infraestrutura, mas sua votação foi adiada em função da aprovação do requerimento para a realização do debate. 

Serão convidados para a audiência pública o diretor do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), Alfredo Peres da Silva; o diretor-geral da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Bernardo Figueiredo; o presidente da Associação Brasileira das Empresas de Transporte Terrestre de Passageiros (Abrati), Renan Chieppe; e um representante da Associação de Usuários de Transporte Coletivo de Âmbito Nacional. 

Após o debate, a proposta voltará à pauta da CI, seguindo então para a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), onde será votada em decisão terminativa. 

Na mesma reunião, a senadora Serys Slhessarenko (PT-MT) solicitou a retirada de pauta, pelo período de uma semana, do Projeto de Lei do Senado 448/09, que torna mais rigorosas as normas a serem observadas no transporte rodoviário de cargas perigosas. Serys é a relatora da matéria e já havia apresentado parecer favorável. O autor do projeto é o senador Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN). 

Senado 
COMISSÕES / Infraestrutura 
04/03/2010 - 12h06 

AUTOR: Da Redação / Agência Senado 
FONTE: http://www.senado.gov.br/agencia/verNoticia.aspx?codNoticia=99763&codAplicativo=2&codEditoria=3 

"Histórias de...": Ciferal

0 comentários
A Ciferal foi fundada em 1955, um ano após o Sr. Fritz Weissmann chegar ao Brasil, diretamente da Europa, trazendo na bagagem o know-how de quem foi o principal construtor de carruagens do Imperador Francisco José. Na sua origem, a Ciferal instalou-se em Ramos/RJ, destacando-se por seu pioneirismo na fabricação de carrocerias para ônibus em Duralumínio; e, em 1992, transferiu-se para o município de Duque de Caxias/RJ.

Em 2001 a Ciferal foi integralmente adquirida pela Marcopolo S.A. Com investimentos em melhorias estruturais, tecnológicas e humanas, foram implantados novos layouts industriais e administrativos no parque fabril, a fim de aumentar sua eficiência e reduzir custos. Tendo como modelo os processos das demais fábricas Marcopolo, uma central de resíduos foi construída para atender às necessidades da legislação ambiental e proporcionar melhores condições de trabalho aos seus colaboradores.

Desde 2003, a unidade tornou-se um centro exclusivo de produção de veículos para o transporte coletivo de passageiros em centros urbanos. O foco permitiu o desenvolvimento de efetivas soluções para este segmento, o que fortaleceu a já tradicional marca Ciferal. Atualmente, conta com uma área física de 193.000m2, uma área construída de 71.000m² e capacidade para produzir 3.000 veículos/ano.

"Histórias de...": Volare

0 comentários
A Unidade de Negócios LCV - Veículos Comerciais Leves, pertencente à Marcopolo S.A., é dedicada ao desenvolvimento, produção e comercialização dos produtos da marca Volare.

Com fabricação em Caxias do Sul, RS, Brasil, a linha de produtos Volare originou-se da demanda de mercado por um veículo ágil, seguro, econômico e confortável no transporte coletivo de passageiros.

Disponível nas versões Lotação/Urbano, Executivo/VIP e Escolarbus, a linha de produtos Volare constitui-se por veículos completos (chassi + carroceria), com ótimo custo/benefício, resistência e conforto para o motorista e usuários. Versões especiais, como ambulâncias, bancos móveis, entre outras, também estão disponíveis.

A Volare nasceu em 1998, com o lançamento dos modelos A6 e A8. Em 2001, esses modelos foram remodelados e a marca reposicionada com nova logomarca e posicionamento: Uns ficam, outros Volare.

quinta-feira, 4 de março de 2010

Mascarello mostra seu novo ônibus articulado Volvo B12M

0 comentários
O mais novo ônibus articulado com chassi Volvo da Mascarello chega ao mercado mostrando todo o seu potêncial para o transporte público de passageiros. Com a chegada da Copa de 2014 que será realizada no Brasil, a encarroçadora entra na disputa por novos clientes que estarão buscando melhorar o sistema de transporte em diversas cidades.


De acordo com a encarroçadora, cinco unidades do Gran Via articulado com chassi Volvo B12M, foram encomendados pelo Parque Cataratas do Iguaçu, onde estarão transportando em breve os muitos turístas que chegam diariamente para conhecer a região.

FOTO: RAFAEL LIOTTO - ÔNIBUS E CIA - DIVULGAÇÃO
Clique para ampliar













A Mascarelo não informou mais detalhes sobre a produção de ônibus articulados e bi-articulados, porém, especialistas em transportes no Rio de Janeiro, consultados pela Revista do Ônibus apostam qu a novidade venha agradar muitos empresários do setor, principalmente na região sudeste.

Fonte: Revista do ônibus.