quinta-feira, 15 de abril de 2010

Sindicato dos Trabalhadores de Joinville e Região faz assembléia com funcionários da Busscar

O Sindicato dos Trabalhadores na Indústria Mecânica de Joinville e Região fez, durante esta manhã, uma assembleia com funcionários e ex-trabalhadores da Busscar. Segundo estimativa da Polícia Militar, cerca de 400 pessoas participaram do movimento que tinha como objetivo apresentar três alternativas para a diretoria da empresa em relação aos débitos e falta de pagamentos. 

— A primeira saída seria transformar as dívidas em ações, a segunda, criar uma comissão para compartilhar a administração com os funcionários e a terceira buscar uma recuperação judicial. Mas infelizmente, fui informado de que a diretoria da empresa está em Minas Gerais, em busca de recursos e soluções, pois informaram não saber da assembleia — afirma o presidente do sindicato da categoria, João Bruggman.

Foto:Salmo Duarte

— Foram correr atrás de soluções enquanto a melhor opção pode estar aqui. Lamentamos o fato e vamos protocolar um pedido de nova reunião na segunda-feira, dia 30, para reunir sindicato, trabalhadores, diretoria da Busscar e Ministério Público do Trabalho — complementa.

A Busscar deve o 13º e pagou em duas parcelas o salário do mês de março. Além disso, vem atrasando as prestações das rescisões de 1.138, que assinaram o plano de demissão incentivado. 

A empresa espera que o Ministério da Fazenda pague R$ 610 milhões referentes aos créditos de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), conquistados pela companhia em decisão judicial definitiva, mas o secretário executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Machado, informou à senadora Ideli Salvatti que o pagamento não será feito. 

A Busscar por entrar com uma ação judicial contra o secretário da Receita Federal, responsabilizando-o pessoalmente por descumprir a sentença.

Com informações: A Notícia.

Nenhum comentário: