sábado, 23 de outubro de 2010

Encomendas de ônibus demoram para ser atendidas

Salvador, Rio de Janeiro e São Paulo são exemplos de cidades em que anda num ritmo frenetico a renovação das suas frotas, porem as encarroçadoras estão sobrecarregadas sem a presença da Busscar no mercado, o que faz com que encomendas de ônibus que seriam entregues em 2 meses passem até 6 meses para ser atendidas. O nosso mercado de encarroçadoras é bem concentrado e quando alguma entra em crise causa um colapso na produção de ônibus. No nosso mercado dominam algumas encarroçadoras:

  •   A Busscar que ficou meses parada e que só agora retoma aos poucos a produção
  •   A Comil que é vista como uma das esperanças do setor
  •   A Caio que lidera o ramo de urbanos, está abarrotada de encomendas, mas que ainda não tem muita expressão no setor rodoviário .
  • A Irizar que não atua no segmento urbano com produtos diferenciados de alto padrão
  • A Marcopolo que produz a toque de caixa os urbanos Torino e Senior Midi na planta da Ciferal do Rio de Janeiro e tem encomendas gigantes de rodoviários
  •  A Mascarello que tem crescido mas ainda precisa maior expansão para atender a demanda
  •   A Metalbus (Maxibus) que tem pouca participação no mercado, apesdar de registrar crescimento
  •  A Neobus que, apesar de ter veículos rodoviários, tem corrido para dar conta da demanda de urbanos.

  Fonte: Adamo Bizani [BLOG ÔNIBUS BRASIL]
  Edição e Texto: Gênesis Freitas - Buzunet

Nenhum comentário: