sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

TRT vai julgar dissídio dos motoristas e cobradores na próxima terça

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Ceará (Sintro), Domingo Neto, afirmou que as paralisações vão continuar. Se o dissídio não for julgado até o dia 18, a categoria vai votar em assembleia se será realizada uma greve geral.

Na última terça-feira, 7, a sessão foi suspensa porque o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado (Sindiônibus) alegou que o Sintro não teria legitimidade para defender a categoria de motoristas e cobradores. O Sindiônibus alega que quem deve representar os trabalhadores é o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Fortaleza (Sintrofor). 

"Diante desse incidente processual, o Tribunal adiou o julgamento do dissídio até obter as informações reais sobre esse fato", afirmou o relator do processo, desembargador José Antonio Parente, que revelou já ter, agora, as informações necessárias para retomar o julgamento.

A reunião no Ministério Público do Trabalho segue nesta quinta-feira, 9, para definir representatividade de motoristas e cobradores no processo. Participam da audiência representante do Sintro, o Superintendente Regional do Trabalho, Papito de Oliveira, o procurador-chefe do MPT, Gérson Marques. O Sintrofor não enviou representante. 

Com informações do O Povo On Line

Nenhum comentário: