quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Copacabana: Prefeitura decide liberar pista exclusiva de ônibus para táxis adaptados

O secretário muncipal de Transportes, Alexandre Sansão, anunciou nesta quarta-feira que a pista exclusiva para ônibus em Copacabana, que começa a funcionar no sábado, será liberada para os táxis especiais adaptados. Desta forma, os taxistas de veículos para uso dos portadores de necessidades especiais terão o direito de usar a pista para o embarque e desembarque de passageiros. 

Com as mudanças no trânsito da Avenida Nossa Senhora de Copacabana, os motoristas de caminhões, carros de passeio e táxis terão que circular nas duas pistas à esquerda. À direita, será permitida  na hora de dobrar em ruas ou acessar garagens. Embarque e desembarque dos passageiros de táxi também deverão ser feitos pelo lado esquerdo ou nas ruas transversais. A carga ou descarga ocorrerá em locais destinados a este fim nas ruas transversais.

"A mudança trará fluidez às faixas de ônibus. Vai melhorar o trânsito não só em Copacabana, mas também em bairros vizinhos, como Leblon e Ipanema, que também se beneficiarão com a redução do fluxo de veículos", afirmou Sansão.

Entenda as mudanças

A partir de sábado, os passageiros devem prestar atenção ao vidro dianteiro da frota. É na parte da frente, perto do limpador de parabrisa, que estará adesivo com a sigla BRS (ônibus de transporte rápido, na tradução para o português) e um número — 1, 2 ou 3 — correspondente aos pontos da Avenida Nossa Senhora de Copacabana em que o veículo vai parar. Em março, o sistema chegará à Rua Barata Ribeiro nos mesmos moldes.

Atenção redobrada também para outro detalhe: das 65 linhas que vão passar pela via, 22 tiveram o número referente ao itinerário alterado. É o caso, por exemplo, da linha 154 (Central-Ipanema, via Santa Bárbara), que agora será 155. E da 473 (Caju-Lido, via São Cristóvão), que passará a ser 441.

O corredor de Copacabana terá duas faixas exclusivas para os coletivos. As linhas foram divididas em três grupos, que terão 15 pontos.

O adesivo com a sigla BRS 1 refere-se às linhas do consórcio Intersul (cor amarela), que ligam a Zona Sul ao Centro. Quando a inscrição for BRS2, refere-se à frota que faz itinerários que ligam os bairros dentro da área do consórcio Intersul. Nos dois casos, os passageiros terão à disposição seis pontos de paradas diferentes. 

Já a sigla BRS 3 sinaliza linhas que chegam a Copacabana operadas por outros consórcios: Internorte (cor verde), Santa Cruz (cor vermelha) e Transcarioca (cor azul). Estas linhas terão três pontos no bairro. Eles vão ficar próximos às estações do metrô Cantagalo, Siqueira Campos e Cardeal Arcoverde.
Com a redução da rota feita pelos ônibus no bairro, haverá o aumento da velocidade do fluxo. Na prática, isso significa que um veículo passará de 13km/h nos horários de pico para 24km/h. A expectativa é que o passageiro possa cruzar Copacabana em um tempo até 40% menor.

“Com a implantação do BRS em Copacabana, o número de viagens será reduzido em 24%, mas isso não trará prejuízos aos passageiros. Contagens realizadas pela prefeitura constataram que a circulação de ônibus nos horários de pico na Avenida Nossa Senhora de Copacabana é da ordem de 419 veículos a cada hora. Vamos reduzir a circulação dessa frota a 320 veículos por hora sem afetar a quantidade de passageiros transportados”, explica o secretário municipal de Transportes, Alexandre Sansão.

Alterações para táxis, caminhões e carros

O corredor em Copacabana vai provocar mudanças no tráfego de táxis, caminhões e carros de passeio. Motoristas terão que circular nas duas pistas à esquerda, mas a direita será permitida na hora de dobrar em ruas ou acessar garagens. Embarque e desembarque dos passageiros de táxi também deverão ser feitos pelo lado esquerdo ou nas ruas transversais. A carga ou descarga ocorrerá em locais destinados a este fim nas ruas transversais. 

Não haverá barreira física para bloquear a direita, mas o motorista que burlar a regra por mais de uma quadra será multado pela fiscalização eletrônica. Um efetivo de guardas municipais e agentes da CET-Rio estará espalhado pela via para coibir irregularidades e orientar cidadãos.

Fonte: O Dia Online

Nenhum comentário: