segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Marca Caio de carrocerias de ônibus, 65 anos de tradição. Caio Induscar, 10 anos.

Em 2011, a marca Caio completa 65 anos de tradição. Em 1946, produziu sua primeira carroceria de ônibus, a Jardineira e, durante esses anos, mais de 172 mil carrocerias Caio foram produzidas, circulam e circularam por diversos locais do mundo.

Mais de um terço de toda essa produção foi realizada em 10 anos pela Caio Induscar, que assumiu em 2001, por meio de um novo grupo, a marca e o parque fabril. Desde então, a empresa recuperou a liderança na produção de ônibus urbanos. 

Em dupla comemoração, além da marca, a empresa também faz aniversário no dia 25 de janeiro, completando 10 anos. 

A empresa, hoje, tem vários escritórios de representação de vendas e seu parque fabril tem uma área de 472 mil m² e 159 mil m² de área construída, com capacidade de produção para cerca de 40 carrocerias ao dia. Também conta com mais de 3 mil colaboradores. É uma das maiores empregadoras de Botucatu, São Paulo, onde está sediada, desenvolvendo o pólo industrial da região.

Sua produção atende a todos os segmentos: rodoviário, urbano, turismo, fretamento, escolar, executivo e de carga, com uma vasta linha de modelos: rodoviários; urbanos, incluindo articulados e biarticulados; midis; micros e minis.

Pela qualidade dos produtos e serviços, nos últimos 10 anos, expandiu sua atuação, ao conquistar novos mercados, tanto nacionais como internacionais, garantindo a mobilidade e qualidade de vida de milhares de pessoas. Por isso, seu slogan é Caio Induscar, com você aonde for.

Para comemorar seu o duplo aniversário, realizará eventos internos, entre eles, exposição histórica, no próprio parque fabril, e a premiação dos colaboradores que fazem 10 anos de Caio Induscar, os quais ajudaram a construir a trajetória da empresa.

A encarroçadora investe em seu compromisso com os colaboradores, parceiros, comunidade e ambiente, desenvolvendo ações e programas. Com o Programa de Humanização na Empresa (PHE) atende diversas necessidades sociais e ambientais como qualificação de mão de obra, valorização profissional, tratamento e acompanhamento psicológico de colaboradores, conscientização sobre reciclagem, entre outras.

A empresa acredita nas pessoas, sendo seu lema interno A força desta marca é a força dessa gente.

Além do trabalho conjunto entre empresa, colaboradores, fornecedores e sociedade, uma das peças fundamentais são seus clientes, que com a sua confiança, ajudaram a empresa a crescer. São 10 anos de muita história, conquistas, crises nacionais vencidas e sonhos realizados juntos.

Linha do tempo de produtos Caio:


  • 1946 – Jardineira, com motor Buda e Hércules, as janelas imitavam os trens (acionadas por catracas) e eram protegidas por grades.
  • As Jardineiras também tinham modelos rodoviários, com uma escada que dava acesso ao teto para armazenar bagagens, uma das empresas que usavam era a mineira São Geraldo.
  • 1956 – Papa Filas, cavalo FNM puxando um semi-reboque.
  • 1958 – Cabines de caminhões para Mercedes-Benz.
  • 1959 – Bossa Nova, primeira carroceria rodoviária com estrutura tubular.
  • 1960 – Ônibus elétrico para Araraquara, SP.
  • 1966 – Gaivota urbana, lançada no Salão do Automóvel, com toalete, bar, iluminação individual para leitura, carpete, poltronas reclináveis e cinto de segurança. 
  • 1967 – Gaivota modelo rodoviário.
  • 1969 – Rodoviário Jubileu; Caio Verona – primeiro micro-ônibus brasileiro.
  • 1974 – Gabriela.
  • 1974 – Carolina I.
  • 1976 – Gabriela II, com vigia inteiriço.
  • 1977 – Rodoviário Corcovado.
  • 1980 – Amélia, produzida em Botucatu, SP.
  • 1980 – Rodoviário Aritana.
  • 1980 – Papa Móvel.
  • 1981 – Carolina II.
  • 1983 – Carolina III.
  • 1985 – Lançamento do modelo Amélia.
  • 1985 – Rodoviário Squalo, em alumínio.
  • 1987 – Carolina IV.
  • 1988 – Urbano Vitória.
  • 1994 – Rodoviário monobloco Beta, lançado na Expobus’94 é destinado ao mercado externo (México) numa joint venture com a Mercedes-Benz da Alemanha.
  • 1994 – Monte Rei e Carolina V.
  • 1995 – Urbano Alpha.
  • 1995 – Taguá – urbano escolar.
  • 1997 – Piccolino, Piccolo, Millenium e Alpha Intercity.
  • 1999 – Apache S21.
  • 2001 – Apache Vip.
  • 2002 – Giro 3400.
  • 2003 – Millennium II e Giro 3600.
  • 2004 – Top Bus e Giro 3200.
  • 2005 – Foz 2400, Mondego HA e Mondego LA, Giro 3200.
  • 2006 – Foz Super.
  • 2007 – Apache S22.
  • 2008 – Foz 2200 e Apache Vip 2008/2009.
  • 2009 – Topbus PB
  • 2010 – Solar

Nenhum comentário: