sexta-feira, 8 de abril de 2011

Paralisação de ônibus afeta 50 mil em Porto Alegre

As linhas de transporte coletivo T3 e T4 de Porto Alegre (RS) deixaram de funcionar nesta sexta-feira (8), por causa de um protesto do Sindicato dos Rodoviários, que reivindica mais segurança. Por causa da paralisação, cerca de 50 mil passageiros foram afetados, conforme a EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação). Alguns coletivos da T11 também estão parados.

Para minimizar o problema, foram colocados ônibus extra na cidade. O Sindicato dos Rodoviários de Porto Alegre, que reivindica por mais segurança, reuniu cerca de 100 trabalhadores da categoria na avenida Diário de Notícias. 

Segundo o vice-presidente da entidade Gerson Assis, somente nessas duas linhas, foram registrados 41 assaltos neste ano.

-Queremos uma posição do governo do Estado. Está na hora de criar vergonha e sair de trás da mesa para garantir segurança. 

A EPTC orienta os passageiros a procurarem alternativas às linhas paradas nesta sexta. Os manifestantes informaram que devem seguir o protesto, por tempo indeterminado, até que a Polícia Civil apresente uma medida para diminuir o número de ataques. 

A entidade sugere a criação de uma delegacia especializada para combater a criminalidade nos meios de transporte. O chefe da Polícia Civil, Ranolfo Vieira Júnior, disse que não tinha conhecimento do pleito do sindicato, mas prometeu analisar ainda hoje o caso.

Com informações: R7.com

Nenhum comentário: