quinta-feira, 30 de junho de 2011

Chega a Florianópolis modelo de ônibus para novo projeto de transporte coletivo

0 comentários
A primeira linha a ser implantada deve ligar o Centro da Capital ao bairro Trindade

Já chegou a Florianópolis um modelo de ônibus do projeto Via Rápida, que a prefeitura de Florianópolis pretende implantar no transporte coletivo da cidade. A proposta segue as características do sistema BRT (Bus Rapid Transit, transporte rápido de ônibus), em que os ônibus têm a função de fazer viagens em menos tempo e desafogar o fluxo de veículos. O sistema já é utilizado em Curitiba, no Paraná.
Projeto apresentado pela prefeitura nesta quinta-feira - Edu Cavalcanti / Agencia RBS
Na foto: Neobus, Mega BRT.
Durante a manhã desta quinta-feira, a prefeitura apresentou o projeto durante um seminário de mobilidade urbana na Capital. A ideia é implantar três linhas para o BRT em Florianópolis: Centro - UFSC, Centro - Estreito e Centro - Aeroporto.

Na primeira etapa do projeto deve ser implementada a linha Centro - UFSC, que vai passar pela avenida Beira-Mar Norte e ir até o bairro Trindade. Em 60 dias, a prefeitura pretende lançar o edital do estudo de viabilidade e projeto básico de engenharia.
Foto: Rosane Lima/ND
O segundo passo será a busca de recursos para o projeto. Em seguida, deve ser lançado o edital de licitação para a obra da primeira linha do BRT. Ainda não há estimativas dos custos da obra.

Fonte: Diário Catarinense.

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Anápolis: Passagem sobe nesta segunda-feira

0 comentários
A partir desta segunda-feira, 27, os usuários do transporte coletivo em Anápolis estarão pagando mais pela passagem. O valor sobe de R$ 2,00 para R$ 2,20, de acordo com decreto publicado pela Prefeitura. A correção foi autorizada com base na planilha de custos, avaliada por uma equipe especializada do Governo Municipal, via CMTT (Companhia Municipal de Trânsito e Transporte). O Prefeito Antônio Gomide, em entrevista à Rádio São Francisco, na manhã de quinta-feira, 23, disse que o reajuste se dá em virtude do acompanhamento que deve ser feito, objetivando garantir um bom transporte para a comunidade.

Para Gomide, “Anápolis tem um dos melhores transportes coletivos do Brasil e está bem à frente de muitas capitais em qualidade e em presteza, o que deve ser preservado”. Segundo, ainda o Prefeito de Anápolis, mesmo com o aumento dos custos, no ano passado, a Prefeitura não autorizou reajuste no transporte da passagem, a exemplo do que ocorreu em outros municípios, inclusive Goiânia. O último reajuste em Anápolis foi em julho de 2009. Por sinal, a diferença que, sempre, oscilava em torno de R$ 0,10 (dez centavos) em relação à Capital do Estado, hoje é de R$ 0,30 (trinta centavos). Em Goiânia a passagem, há um mês, já custa R$ 2,50 e em Anápolis, somente no dia 27 é que ela vai para R$ 2,20.
Atendimento

A TCA (Transportes Coletivos de Anápolis) creditou o reajuste ao aumento nos custo do serviço oferecido. Houve aumentos salariais, nos preços dos combustíveis, na operacionalidade e nos serviços essenciais, como água, luz, impostos e outros componentes. Sem contar que, ao longo de todo o ano a empresa vem renovando sua frota. Em janeiro foram adquiridos 20 novos ônibus. Em junho, mais 20 dentro da proposta de frota ecologicamente correta, utilizando-se biocombustível, o que contribui para a melhoria na qualidade do ar em Anápolis. São “ônibus verdes por dentro e por fora”

A empresa justifica mais que, o serviço vem melhorando de qualidade a cada ano que passa. Em maio último, a revista especializada “Transporte Moderno” da Confederação Nacional dos Transportes, avaliou o serviço de Anápolis como um dos mais completos do Brasil, classificando-o de “excelência em transporte público”, muito acima da média nacional. Dentre outras avaliações, a reportagem mostra que, em Anápolis, é possível ao passageiro fazer uma viagem de um bairro a outro, utilizando-se de dois ônibus, pagando uma só passagem, significando que, a partir de segunda-feira, o valor será de R$ 1,10 por deslocamento.

Fonte: Rede Integrada de Transportes, Eixo Goiânia - Brasília e entorno.

Entorno DF: Preço das passagens de ônibus deve aumentar na Região Metropolitana do DF

0 comentários
A resolução para rejuste do preço de passagem de ônibus, publicada nesta segunda-feira (27) pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) no Diário Oficial da União, deve afetar as cerca de 400 mil pesssoas que moram na região metropolitana do Distrito Federal e trabalham ou estudam em Brasília.

Os moradores que moram em cidades distantes até 75 Km do DF poderão pagar mais caro para andar de ônibus. A resolução autoriza o aumento no preço do serviço de transporte semiurbano interestadual e internacional de passageiros.

A região metropolitana do DF abrange locais como Luziânia, Jardim Ingá, Cidade Ocidental, Valparaíso, Céu Azul, Novo Gama, Águas Lindas, Padre Bernardo , Planaltina de Goiás , Formosa e Santo Antônio do Descoberto.

O reajuste autorizado é de 4,639% a ser aplicado sobre o coeficiente tarifário do serviço de transporte rodoviário. Ele passa a vigorar a partir de 31 de julho, de acordo com o Diário Oficial.

Para viagens de longa distância (acima de 75 quilômetros) o reajuste chega a 5,017% e passará a vigorar a partir de 1º de julho.

Fonte: Rede Integrada de Transportes, Eixo Goiânia - Brasília e entorno.

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Goiânia: Metrobus muda licitação para comprar 30 ônibus biarticulados

0 comentários
A Metrobus mudou a licitação para aquisição de ônibus do Eixo Anhanguera para incluir a compra de 30 veículos biarticulados, com capacidade de transportar 270 passageiros cada, além de 60 articulados com capacidade para 170 passageiros. As propostas devem ser abertas dia 12 ou 13 e o investimento é de aproximadamente R$ 90 milhões, via financiamento. "O objetivo é duplicar a atual capacidade de transporte de passageiros no Eixo para 240 mil/dia, além de maior conforto, já que passaremos de 8 para 6 passageiros por metro quadrado por veículo em horário de pico", informa Carlos Maranhão, presidente da estatal. A Metrobus prevê para julho a licitação das reformas dos terminais, num investimento de R$ 9 milhões, a começar pelos da Praça da Bíblia e Padre Pelágio. "Até novembro vamos concluir estas obras", diz Maranhão.

Fonte: Rede Integrada de Transportes, Eixo Goiânia - Brasília e entorno.

AM: Primeiros novos ônibus chegam a Manaus em julho

0 comentários
Até outubro, o sistema de transporte coletivo de Manaus terá a frota de ônibus elevada de 1.100 para 1.600 ônibus. “Na segunda quinzena de julho a cidade vai receber os primeiros 169 novos ônibus, que serão entregues pela empresa Ciferal”, disse o deputado, ao acrescentar que as informações lhes foram passadas pelo titular da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU), Marco Cavalcante.

Além dos ônibus a serem entregues durante o mês de julho, outras fabricantes também se apressam para entregar o restante da frota. “A Marcopolo e a Neobus, ambas no Rio Grande do Sul, também já estão produzindo as unidades, assim como a Volvo, que está com a produção dos chassis dos ônibus biarticulados em andamento.

Já a as carrocerias dos veículos estão sendo industrializadas pela empresa Caio, em Botucatu, São Paulo”, pontuou Cidade, o total de ônibus licitados, 850 serão comuns, 166 biarticulados e 78 serão microônibus.

Segundo a SMTU, os novos ônibus comuns e biarticulados que passarão a circular pela cidade de Manaus terão plataforma para cadeirantes e 20% dos assentos dos veículos serão destinados para idosos e portadores de necessidades especiais. Já os 78 microônibus serão destinados exclusivamente para transportar passageiros com enfermidades, como câncer, assim como os que precisam fazer hemodiálise.

Fonte: Portal Amazônia

RIO DE JANEIRO TERÁ ÔNIBUS TURÍSTICO

0 comentários
Um dos serviços que cidades como Curitiba (PR), Florianópolis (SC), já possuem, e que o Rio ainda não tinha é o de ônibus turísticos panorâmicos: aqueles double decker (de dois andares), cujo segundo pavimento é aberto para turistas ou mesmo moradores antigos que querem apreciar as belezas do Rio. Afinal, tem coisa que vale a pena ver de novo mesmo.
Na foto: Urbanuss Pluss Tour da Floripa by Bus,
empresa turística de Florianópolis e parceira da Bussmania.
Foto: Gustavo Cainã Branco.
A RioTur publicou edital de licitação, nesta quarta-feira, dia 22 de junho, para um serviço regular de ônibus neste estilo na cidade do Rio de Janeiro.

O valor máximo da passagem será de R$ 60,00, mas além de critérios técnicos operacionais, ganha quem conseguir garantir uma tarifa melhor.

A empresa não será responsável apenas por operar o ônibus. Deve oferecer infraestrutura geral e para receber os veículos de maior porte nos pontos visitados. A companhia vencedora também vai ter de oferecer informações turísticas e históricas para os passageiros e comunidade em geral.

O bilhete vai valer por período, ainda a ser definido, mas que pode durar dois dias. Assim, o passageiro pode embarcar no ônibus, desembarcar num dos veículos para apreciar o local que mais agradar, e retornar para outro veículo do mesmo serviço e prosseguir no passeio.

Cada ônibus terá um guia que fale em inglês, espanhol e português e haverá equipamentos eletrônicos de tradução simultânea.

Adamo Bazani, jornalista da Rádio CBN especializado em transportes.

sábado, 18 de junho de 2011

DF: Tarifa reduzida gera briga entre empresas

0 comentários
A mais recente denúncia sobre o sistema de transporte do DF envolve a tarifa promocional cobrada há 90 dias pelo Grupo Amaral, responsável pela linha Grande Circular no Plano Piloto. A empresa está cobrando R$ 1,50 para percorrer o itinerário da Asa Sul e Asa Norte, em vez de R$ 2,00. A atitude foi tomada para concorrer diretamente com o transporte de vizinhança (Zebrinha), pertencente à Viplan.

O diretor operacional do Grupo Amaral, Antônio Galdino, disse que desde 2008 o Zebrinha cobra R$ 2,00 e está disputando o mesmo público, que deixou de usufruir dos serviços do grupo, prejudicando a economia da empresa. “A queda de passageiro foi muito grande e derrubou a receita do grande circular. Muito me estranha o DFTrans estar atrás disso só agora, já que o Zebrinha está fazendo o mesmo há mais de dois anos”, desabafou.

Para Galdino, o fato é decorrente da falta de fiscalização do Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans). Ele explica, ainda, que a promoção não é uma retaliação e que o propósito é apenas aumentar os lucros da empresa com a conquista de mais passageiros. “Enquanto não regularizar a questão do Zebrinha, nós também não vamos regularizar a nossa”, afirmou.

Galdino alega que o Grupo Amaral não recebeu nenhuma notificação por escrito e também não sabia que a prática era irregular, uma vez que a autarquia teria sido avisada. “Liguei pessoalmente para o Campanella, mas quem atendeu foi o diretor técnico do DFTrans, Lúcio Lima. Pedi para ele passar o recado sobre a aplicação da promoção e os motivos, entretanto ninguém retornou”, disse.

Penalidades

O diretor do DFTrans, Marco Antonio Campanella, disse ao Coletivo que ambas empresas foram autuadas. Caso a prática persista, as penalidades poderão continuar, chegando até a perder o direito da concessão.

Fonte: Rede Integrada de Transportes, Eixo Goiânia - Brasília e entorno.

sexta-feira, 17 de junho de 2011

Busscar: Novo julgamento em Julho

0 comentários

A série de recursos que a legislação permite, principalmente em causas trabalhistas, tem feito com que os funcionários da Busscar, há cerca de um ano e meio com salários e direitos trabalhistas atrasados, não consigam receber nada até agora.

A juíza da 4ª Vara do Trabalho de Joinville, Patrícia Andrades Gameiro Hofstaetter determinou que a Busscar pague os salários em atraso assim como cumpra em dia o pagamento dos salários em vigor dos funcionários que ainda estão contratados pela encarroçadora. Estes salários na ativa devem ser pagos até o 5º dia útil de cada mês. A multa é de 1% sobre os vencimentos de cada trabalhador.

Mas uma brecha na lei favorece a inadimplência da Busscar. Isso porque a empresa só deverá quitar estes salários depois de 15 dias do “trânsito em julgado” do processo, ou seja, quando não houver nenhuma possibilidade de recursos.

E o caso ainda nem foi julgado na segunda instância.

A audiência de segunda instância está marcada para ser realizada no dia 06 de julho de 2011, uma quarta-feira, no Tribunal Regional do Trabalho da Décima Segunda Região (TRT 12ª Região), em Florianópolis.

A Busscar tenta reverter a decisão de bloqueio de bens da empresa e de seus acionistas.

Em dezembro de 2010, a juíza Patrícia Andrades Ganeiro Hofstaetterm da Quarta Vara do Trabalho de Joinville, bloqueou os bens do Grupo Busscar e dos principais acionistas: Rosita Nielson, que é a acionista majoritária, Cláudio Nielson e Fábio Nielson, da família fundadora da empresa que atua desde 17 de setembro de 1946, iniciando os trabalhos como uma marcenaria.

Patrícia Andarades na verdade confirmou a decisão de julho de 2010 proferida pelo juiz Nivaldo Satnkiewwicz, a quem estava substituindo no mês de dezembro.

O bloqueio dos bens foi pedido pelo Sindicato dos Mecânicos de Joinville, presidido por João Burggmann e é uma garantia de pagamento dos direitos dos trabalhadores caso a empresa entre em falência ou para que os bens, até uma decisão judicial definitiva, não sejam pulverizados.

Além dos salários, a Busscar está com 13º salários atrasados, depósitos do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), que não são feitos há mais de dois anos. As rescisões de trabalho também não foram honradas pela empresa.

O problema para os trabalhadores é que mesmo que nesta segunda instância, cuja audiência está marcada para o dia 06 de julho, a Busscar continue com os bens bloqueados, ela ainda poderá recorrer e o processo ainda não chegará ao estágio de “trânsito em julgado”, a fase final.

terça-feira, 14 de junho de 2011

Copa América terá ônibus da Marcopolo

0 comentários
Marcopolo Paradiso 1800 DD vai integrar o time da Copa América. São 15 unidades que pela empresa Flecha Bus transportarão as delegações. Mesmo com empresas encarroçadoras na Argentina, local onde será realizado o torneio, o modelo brasileiro foi escolhido pelos diferenciais como altura interna maior dos dois pisos, design moderno, materiais mais leves e que forçam menos o motor e itens de conforto como vídeos, iluminação por leds, calafetação e sanitários modernizados. Veículo oferece 58 lugares.
Se não brilhar no futebol como na Copa 2010, o Brasil já conquistou um destaque para a Copa América 2011.
E a exemplo do frustrado mundial de Dunga, Jorginho e companhia, é no setor de transportes que os brasileiros se destacam mais uma vez.

A empresa gaúcha Marcopolo vai fornecer os ônibus que transportarão as delegações do torneio que ocorre na América do Sul.

E o time será de grande estilo. São 15 ônibus Paradiso 1800 Double Decker (dois andares).

Os veículos foram adquiridos pela empresa da Argentina, onde será realizada a Copa América, Flecha Bus.
O torneio será realizado entre os dias 1º e 24 de julho.

As características do ônibus foram decisivas para a escolha da Marcopolo, mesmo havendo fabricantes de carrocerias na Argentina.

O Double Decker 1800 DD tem um design mais moderno, conjunto de iluminação de led, materiais mais leves que fazem com que o motor posso render mais sem carregar peso desnecessário e ser menos forçado e possui altura interna maior da categoria de ônibus de dois andares rodoviários, segundo a Marcopolo.

Além de sistemas de áudio, vídeo, monitores de TV, sanitários modernizados e calafetação, o que proporciona melhor controle da temperatura e economia na operação do ar condicionado, os ônibus vendidos para a Flecha Bus vêm na seguinte configuração: 58 lugares, sendo 46 poltronas semi-leito no segundo andar e 12 leito no primeiro piso.

A Copa América é realizada desde 1916 nos países sulamericanos. Agora inclui outras seleções que não são da região. A última edição ocorreu na Venezuela, em 2007, e o Brasil foi campeão sobre a Argentina.

A Marcopolo já é uma participante tradicional dos torneios esportivos na América do Sul, como explicou em nota da Assessoria de Imprensa, o diretor de Operações Comerciais de Mercado das Américas, Paulo Andrade:

“Esta é a terceira vez que a Marcopolo é escolhida para fornecer os ônibus da Copa América, o que comprova a excelente reputação e os padrões de conforto, sofisticação e qualidade dos nossos modelos. Já entregamos mais de 130 ônibus, que fizeram o transporte dos jogadores e delegações e, também, dos torcedores nas outras edições” – disse Paulo Andrade.

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Curitiba terá 60 ônibus movidos a eletricidade e a biodiesel a partir de 2012

0 comentários
O prefeito Luciano Ducci e o presidente mundial da Volvo, Hakan Karlsson, anunciaram nesta segunda-feira (13), em Gotemburgo, na Suécia, que a Volvo vai investir R$ 200 milhões em Curitiba. Os investimentos incluem, além do aumento da produção, a implantação de uma fábrica de ônibus híbridos com motores elétrico/biodiesel na capital do Paraná. "Curitiba será a primeira cidade da América Latina a ter o hibribus atendendo a população, com 60 ônibus a entrar no sistema a partir de 2012", anunciou Luciano Ducci.

Curitiba venceu Índia e México na disputa para a implantação da fábrica de hibribus. "Também seremos a primeira cidade da América Latina a fabricar o ônibus elétrico/biodiesel. É uma conquista que reforça os avanços da cidade, principalmente na área de transporte e desenvolvimento com foco no respeito ao meio ambiente", afirmou Luciano Ducci.

Investimentos - Além da linha de produção do hibribus, a Volvo também terá investimentos na ampliação da fábrica de pintura, na expansão do Centro de Operações Logísticas e na nacionalização das linhas de motores de 11 litros e de caixas de transmissão eletrônica para ônibus e caminhões.

O investimento na linha do hibribus será de R$ 16 milhões, com geração de 30 empregos de alta qualificação, para engenheiros. O desenho do chassi do hibribus será feito em Curitiba.

Operação - A primeira linha de Curitiba a ter o hibribus será a do Interbairros 1, que circula em bairros no entorno do Centro. Na segunda etapa, os ônibus híbridos atenderão as linhas Detran-Vicente Machado, Água Verde-Abranches, Ahú-Los Angeles, Juvevê-Água Verde e Jardim Mercês-Guanabara.

"São linhas que ligam bairros opostos e passam pelo Centro. Com o hibribus, teremos ônibus mais silenciosos e menos poluentes nestes locais", disse o presidente da Urbs, Marcos Isfer, que também participou do anúncio na Suécia. A Urbs gerencia o transporte coletivo em Curitiba.

Produção - A nova linha da Volvo vai produzir chassis de ônibus híbridos, movidos a eletricidade e a biodiesel. O produto escolhido é um chassi padrão, na configuração 4x2 eixos. O motor tem tecnologia similar à usada da Fórmula 1, que transforma energia mecânica em energia elétrica.

A Volvo é o primeiro fabricante a produzir veículos híbridos no Brasil. A pré-produção começa no próximo ano, com uma previsão de 80 unidades. A operação brasileira será a primeira a fabricar híbridos fora da Suécia. Os híbridos da Volvo são produzidos conjuntamente por duas plantas - a de Boros, a 80 quilômetros de Gotemburgo, e a de Wroclaw, na Polônia.

Dois motores - O ônibus tem dois motores, um a biodiesel e outro elétrico, que funcionam em paralelo ou de forma independente. O motor elétrico é utilizado para arrancar o ônibus e acelerá-lo até uma velocidade de aproximadamente 20 quilômetros por hora, e também como gerador de energia durante as frenagens.

O motor biodiesel entra em funcionamento em velocidades mais altas. A cada vez que se acionam os freios, a energia de desaceleração é utilizada para carregar as baterias.

Quando o veículo está parado, seja no trânsito, em pontos de ônibus ou em semáforos, o motor biodiesel fica desligado. Estudos da Volvo demonstram que o tempo que o veículo fica parado pode representar até 50% do período total de operação do ônibus. Durante todo esse tempo, não há emissões de poluentes, pois o motor biodiesel se apaga completamente.

"Esta tecnologia tem duas vantagens principais: mais economia de combustível e grande redução no impacto ambiental", destaca Luis Carlos Pimenta.

Fonte: Jornale

É OFICIAL: VOLVO DO BRASIL VAI PRODUZIR ÔNIBUS HÍBRIDOS

0 comentários
HÍBRIDO DA vOLVO
Foto: Assessoria de Imprensa da Volvo.

A partir do próximo ano, a planta da Volvo no Brasil vai começar a produzir ônibus híbridos. Movidos com um motor a eletricidade e outro a combustão interna.

Devem ser feitos 80 chassis na versão convencional 4 x 2. Diferentemente da Volvo na Suécia, a planta brasileira não fará carrocerias. O encarroçamento ficará a cargo de outras empresas, como ocorre já há muito tempo no País, que não produz monoblocos.

As plantas do México e da Índia também disputavam a produção dos híbridos, mas o interesse demonstrado pelo Brasil nos testes em Curitiba, São Paulo e Rio de Janeiro e o potencial de mercado para tecnologias limpas em ônibus para sistemas diferenciados, como os BRTs (Bus Rapid Transit – corredores de ônibus modernos que permitem ultrapassagem, embarques acessíveis e maior velocidade dos ônibus), inclusive os previstos para a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016 motivaram a decisão da Volvo Mundial.
A escolha do Brasil foi comunicada pelo presidente mundial da divisão de ônibus da Volvo, Hakan Karisson, ao prefeito de Curitiba, Luciano Ducci, que está em Gotemburgo, sede mundial da Volvo.

Por enquanto, apenas ônibus convencionais serão produzidos no Brasil. Não há previsão para articulados.

A produção de híbridos é concentrada e,m Boros, a 80 quilômetros de Gotemburgo, e Wroclaw, na Polônia.

Apesar de o projeto ser sueco, para a produção do Brasil, algumas tecnologias e peças vão ser desenvolvidas no País, principalmente pelo fato de o encarroçamento ser feito por companhias brasileiras.

Luiz Carlos Pimenta, presidente da Volvo do Brasil, destacou, na nota enviada pela Assessoria de Imprensa da fabricante, o potencial nacional para s BRTs, que demandam veículos mais limpos, ainda mais nestes preparativos para os grandes eventos esportivos internacionais.

“Somos líderes em BRTs e temos certeza que este sistema continuará em expansão, justamente por conta de suas vantagens: maior capacidade de transporte, menos emissões de poluentes e mais conforto para os passageiros” – disse Pimenta.

Pimenta diz que o ônibus é a melhor solução híbrida para o País.

“Vamos produzir no Brasil e para a sociedade brasileira a melhor solução híbrida em transporte urbano de passageiros já desenvolvida pela indústria automotiva global”, afirmou Pimenta.

No ano passado foi testado o modelo 7700 Hybrid. O modelo produzido no Brasil será semelhante.

Ele permite redução na emissão de poluições de 80% a 90%, redução no consumo de combustível na ordem de 35%, além de emitir menos barulho.

Segundo a Volvo, o ônibus tem dois motores, um a diesel e outro elétrico, que funcionam em paralelo ou de forma independente. O motor elétrico é utilizado para arrancar o ônibus e acelerá-lo até uma velocidade de aproximadamente 20 quilômetros por hora, e também como gerador de energia durante as frenagens.

Blog Ponto de Ônibus
Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes, da Rádio CBN

domingo, 5 de junho de 2011

Em São Luís, rodoviários ameaçam parar nesta semana

0 comentários
O presidente do Sindicato dos Rodoviários do Estado do Maranhão, Dorival Sousa, denunciou a demissão dos motoristas e cobradores dos transportes coletivos em função da greve da categoria realizada na semana passada. 

Em reunião, ontem (31), com representantes das empresas Taguatur e São Benedito, foram informados sobre as demissões de rodoviários. Dorival Sousa reconhece que todo empregador tem por direito demitir o funcionário a partir do momento em que não está rendendo e desde que pague os seus direitos. Ele disse que o Sindicato dos Rodoviários não vai aceitar é a imposição dos empresários demitindo os trabalhadores por justa causa. 

- Nós não aceitamos demissão por justa causa. Iremos defender os direitos dos trabalhadores. Realizaremos nesta quinta-feira, dia 2, às 15h, uma Assembleia Geral com os funcionários de todas as empresas. Fomos informados que a empresa Maranhense demitiu funcionários por justa causa. Alguns empresários têm tratado os trabalhadores com brutalidade, coação. Estão demitindo e mandando o funcionário procurar os direitos na Justiça. Eles estão aproveitando a oportunidade da greve para demitir, inclusive trabalhadores com mais de 15 anos na empresa - advertiu. 

Dorival Sousa afirmou que a Justiça do Trabalho não concedeu nenhuma demissão por justa causa. Segundo ele, a decisão da desembargadora foi decretada no dia 25. A partir do dia 26, se o trabalhador não comparecesse ao trabalho, a empresa estaria autorizada a fazer novas contratações de acordo com a determinação do TRT-MA. "A Justiça do Trabalho não tem competência para mandar demitir por justa causa. E no dia 26, 80% da frota circulou normalmente pela cidade e os trabalhadores foram para as garagens", lembrou. 

Dados do Sindicato dos Rodoviários revelam que já foram demitidos 76 trabalhadores por justa causa, sendo 20 da empresa São Benedito, 50 da Taguatur e 6 da Empresa Maranhense. 

Dorival Sousa garantiu, se a classe patronal não rever a situação dos funcionários demitidos por justa causa, os rodoviários voltam a fazer greve na próxima segunda-feira, dia 6. 

Com informações do portal Imirante.com

quinta-feira, 2 de junho de 2011

Rodoviários do ABC continuam paralisação nesta quinta-feira

0 comentários
A paralisação que atinge ônibus municipais e intermunicipais nos sete municípios do ABC que começou na manhã de ontem (1º) continuará hoje, de acordo com o Sindicato dos Rodoviários.

Os motoristas e cobradores do ABC decidiram pela continuidade da paralisação, em assembleia realizada no final da tarde ontem.

De acordo com o presidente do sindicato, Francisco Mendes da Silva, a decisão pela continuidade da paralisação foi unânime.

"Havia cerca de 1,7 mil trabalhadores na sede do sindicato e todos apontaram para a continuidade da paralisação, pois o sindicato patronal não apresentou nenhum proposta diferente", explicou.

A categoria rejeitou a proposta de reajuste salarial de 8% apresentada pelas empresas de ônibus. "Esse foi o segundo percentual que nos foi apresentado e rejeitado. A categoria quer 15% de reajuste e também reivindicamos igualdade da PLR [Participação nos Lucros e Resultados] de motoristas e cobradores, que hoje é diferenciada", disse o sindicalista.

Silva afirmou que a decisão do reajuste salarial será tomada pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT) e enquanto isso não ocorrer a paralisação continua por tempo indeterminado. "A informação é que essa decisão pode ser tomada na quinta feira".

Algumas linhas intermunicipais continuaram operando mesmo depois da greve ter sido decretada, mas o sindicato não deverá realizar mobilizações. "Quem vai para a garagem é porque quer trabalhar. Não podemos impedir essa vontade do motorista. Sou contra piquetes em portas de garagens, pois isso envolve a polícia e desestabiliza o movimento", disse Silva.

Durante a greve de ontem, estima-se que cerca de 50% dos trólebus que circulam no trajeto entre Jabaquara, Diadema, São Bernardo Santo André e São Mateus pararam. Mediante a este cenário, os veículos circulavam cada vez mais lotados, de acordo com os usuários.

Ao todo, a greve afeta 33 empresas de ônibus da região. Em São Bernardo, as linhas municipais funcionam parcialmente. Em Mauá, os terminais de ônibus do centro e de Sônia Maria estão fechados e os ônibus municipais não circulam.

Segundo Silva, a paralisação estava marcada para a semana que vem, mas foi adiantada.

Com informações do DCI News

Tarifa de ônibus em Santarém custará R$ 1,90

0 comentários
Foi assinado na manhã desta segunda-feira (30), pela prefeita Maria do Carmo Martins Lima, decreto municipal que autoriza o reajuste da tarifa urbana no município de Santarém dos atuais R$ 1,70 para R$ 1,90 a partir desta quarta-feira, 1º de junho.

Na semana passada, em reunião realizada pelo Conselho Municipal de Transportes, os conselheiros deliberaram o valor de R$ 1,95 para a tarifa inteira. Porém, o valor dependia do aval da prefeita, que achou por bem conceder apenas R$ 0,20 de reajuste (cerca de 11,2%).

Os empresários do setor de transporte coletivo queriam a nova passagem a R$ 2,10, segundo planilha apresentada pelo sindicato da classe à secretaria municipal de Transporte e Trânsito (SMT), bem como o aumento do valor da meia-passagem que há dois anos está congelado.

De acordo com decreto assinado pela prefeita, a meia-passagem segue congelada em R$ 0,65. Já a domingueira (perímetro urbano) passará a custar R$ 1,30.

Com informações do Janela Amazônica e Fortalbus

Aumento da tarifa de ônibus é aprovado em Blumenau, SC

0 comentários
A prefeitura de Blumenau aprovou o projeto de lei que reajusta o valor da tarifa dos ônibus municipais nesta sexta-feira, 27. O prefeito João Paulo Kleinübing aceitou a proposta realizada pelo Serviço Autônomo Municipal de Trânsito e Transportes (Seterb), que aumenta o valor da passagem em 6%. A tarifa passa a ser de R$ 2,75.

Aos domingos, o valor especial para o dia será mantido: R$ 1,50. Os ônibus seletivos, conhecidos como Vermelhinhos e Verdinhos, também sofrerão reajuste, e a tarifa passa a custar R$ 3,60. Os novos valores entram em vigor a partir do dia 13 de junho.

A proposta é baseada no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), e não nos custos do transporte, porque Consórcio Siga não estaria cumprindo contrato com a Seterb, que coloca a renovação da frota como exigência.

O reajuste anual também passará a ser decidido pelo Conselho Municipal de Trânsito e Transporte (Comtranblu), se a Câmara dos Vereadores aprovar a lei. O Comtramblu conta com membros de entidades de Blumenau, como a Seterb, o Corpo de Bombeiros, a Guarda Municipal e as polícias Militar e Cívil, entre outros.

O reajuste da tarifa foi alvo de protestos na cidade na última quarta-feira. Cerca de 70 estudantes se mobilizaram no centro da cidade, em frente à prefeitura.

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Rodoviários do ABC iniciam greve nesta quarta-feira

0 comentários
Motoristas e cobradores de ônibus das cidades do ABC decidiram em assembleia na noite desta terça-feira (31) cruzar os braços a partir da 0h desta quarta (1º). O sindicato dos rodoviários da região rejeitou proposta de aumento salarial de 8% apresentada pelos empregadores e decidiu pela greve em sete cidades: Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande Da Serra.

Os trabalhadores reivindicam 15% de reajuste, além de melhorias trabalhistas. Uma nova reunião com os representantes da categoria deverá acontecer ainda nesta quarta.

Quem também decidiu entrar em greve foram os funcionários da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias da Zona Sorocabana, que representa os funcionários da companhia, decidiu em assembleia que a categoria cruzará os braços a partir da 0h desta quarta.

Segundo o vice-presidente do sindicato, Everson Craveiro, a paralisação deverá ter adesão de até 70% da categoria e vai atingir principalmente as linhas 8 (Julio Prestes - Itapevi) e 9 (Osasco- Grajaú).

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) determinou que os funcionários da CPTM mantenham 90% da frota em operação no horário de pico. Segundo o diretor do sindicato, a operação parcial pode ser arriscada. Uma nova assembleia foi marcada para esta quarta-feira às 18h.

Além dos rodoviários do ABC e dos funcionários da CPTM, trabalhadores da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) decidiram nesta terça entrar em greve a partir da 0h de quarta. Em assembleia, eles não aceitaram a proposta apresentada pela companhia na quinta rodada de negociação.

Com informações da TV Globo