sábado, 18 de junho de 2011

DF: Tarifa reduzida gera briga entre empresas

A mais recente denúncia sobre o sistema de transporte do DF envolve a tarifa promocional cobrada há 90 dias pelo Grupo Amaral, responsável pela linha Grande Circular no Plano Piloto. A empresa está cobrando R$ 1,50 para percorrer o itinerário da Asa Sul e Asa Norte, em vez de R$ 2,00. A atitude foi tomada para concorrer diretamente com o transporte de vizinhança (Zebrinha), pertencente à Viplan.

O diretor operacional do Grupo Amaral, Antônio Galdino, disse que desde 2008 o Zebrinha cobra R$ 2,00 e está disputando o mesmo público, que deixou de usufruir dos serviços do grupo, prejudicando a economia da empresa. “A queda de passageiro foi muito grande e derrubou a receita do grande circular. Muito me estranha o DFTrans estar atrás disso só agora, já que o Zebrinha está fazendo o mesmo há mais de dois anos”, desabafou.

Para Galdino, o fato é decorrente da falta de fiscalização do Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans). Ele explica, ainda, que a promoção não é uma retaliação e que o propósito é apenas aumentar os lucros da empresa com a conquista de mais passageiros. “Enquanto não regularizar a questão do Zebrinha, nós também não vamos regularizar a nossa”, afirmou.

Galdino alega que o Grupo Amaral não recebeu nenhuma notificação por escrito e também não sabia que a prática era irregular, uma vez que a autarquia teria sido avisada. “Liguei pessoalmente para o Campanella, mas quem atendeu foi o diretor técnico do DFTrans, Lúcio Lima. Pedi para ele passar o recado sobre a aplicação da promoção e os motivos, entretanto ninguém retornou”, disse.

Penalidades

O diretor do DFTrans, Marco Antonio Campanella, disse ao Coletivo que ambas empresas foram autuadas. Caso a prática persista, as penalidades poderão continuar, chegando até a perder o direito da concessão.

Fonte: Rede Integrada de Transportes, Eixo Goiânia - Brasília e entorno.

Nenhum comentário: