domingo, 5 de junho de 2011

Em São Luís, rodoviários ameaçam parar nesta semana

O presidente do Sindicato dos Rodoviários do Estado do Maranhão, Dorival Sousa, denunciou a demissão dos motoristas e cobradores dos transportes coletivos em função da greve da categoria realizada na semana passada. 

Em reunião, ontem (31), com representantes das empresas Taguatur e São Benedito, foram informados sobre as demissões de rodoviários. Dorival Sousa reconhece que todo empregador tem por direito demitir o funcionário a partir do momento em que não está rendendo e desde que pague os seus direitos. Ele disse que o Sindicato dos Rodoviários não vai aceitar é a imposição dos empresários demitindo os trabalhadores por justa causa. 

- Nós não aceitamos demissão por justa causa. Iremos defender os direitos dos trabalhadores. Realizaremos nesta quinta-feira, dia 2, às 15h, uma Assembleia Geral com os funcionários de todas as empresas. Fomos informados que a empresa Maranhense demitiu funcionários por justa causa. Alguns empresários têm tratado os trabalhadores com brutalidade, coação. Estão demitindo e mandando o funcionário procurar os direitos na Justiça. Eles estão aproveitando a oportunidade da greve para demitir, inclusive trabalhadores com mais de 15 anos na empresa - advertiu. 

Dorival Sousa afirmou que a Justiça do Trabalho não concedeu nenhuma demissão por justa causa. Segundo ele, a decisão da desembargadora foi decretada no dia 25. A partir do dia 26, se o trabalhador não comparecesse ao trabalho, a empresa estaria autorizada a fazer novas contratações de acordo com a determinação do TRT-MA. "A Justiça do Trabalho não tem competência para mandar demitir por justa causa. E no dia 26, 80% da frota circulou normalmente pela cidade e os trabalhadores foram para as garagens", lembrou. 

Dados do Sindicato dos Rodoviários revelam que já foram demitidos 76 trabalhadores por justa causa, sendo 20 da empresa São Benedito, 50 da Taguatur e 6 da Empresa Maranhense. 

Dorival Sousa garantiu, se a classe patronal não rever a situação dos funcionários demitidos por justa causa, os rodoviários voltam a fazer greve na próxima segunda-feira, dia 6. 

Com informações do portal Imirante.com

Nenhum comentário: