quarta-feira, 13 de julho de 2011

Porto Alegre rumo ao futuro do transporte coletivo

FotoRicardo Giusti/PMPA/Divulgação
Uma frota de 12 ônibus articulados, um deles do tipo BRT (BusRapid Transit), e 8 ônibus convencionais fazem parte da nova frota de Porto Alegre.

Os veículos devem servir os seguintes bairros: Restinga, Lami, Hípica, Belém Novo, Vila Nova e Serraria. Os ônibus são da linha Juca Batista.

Na apresentação dos ônibus novos, e admirado pelo Neobus Mega BRT, o prefeito de Porto Alegre, José Fortunari, afirmou que o transporte da cidade será mais eficiente e racional com a ampliação e modernização dos corredores de ônibus.

“A partir da mudança dos corredores de ônibus, a cidade terá um grande ganho na integração com o transporte da Região Metropolitana e dos bairros mais afastados” – afirmou Fortunari.

O prefeito também informou que são hoje realizadas 30 mil viagens dos bairros para o centro da cidade. Com a implantação dos BRTs., que disponibilizam um espaço preferencial para os ônibus, a tendência é de que menos veículos com maior velocidade, sem interferência do trânsito, conseguirão fazer mais viagens, ajudando na diminuição da poluição e do trânsito. Um sistema de transporte público eficiente também atrai pessoas que usam os carros para os ônibus.

Os ônibus custaram cerca de R$ 700 mil em média, num investimento inicial de R$ 20 milhões e pertencem ao consórcio STS.

A te o final do ano, o Consórcio STS pretende colocar 49 ônibus novos nas ruas, dos quais 25 vão ser articulados.

Em todo o sistema, a EPTC – Empresa Pública de Transporte e Circulação, de Porto Alegre, acredita que 270 ônibus novos prestarão serviços até o final deste ano de 2011.

A Associação dos Transportadores Públicos destaca que as integrações com os trens do Trensurb e a segunda tarifa gratuita dentro de um prazo entre ônibus aumentaram o número de passageiros do sistema de ônibus.

O presidente da entidade, Ênio dos Reis, disse ao Jornal do Comércio, que por causa das integrações, as pessoas estão deixando o carro em casa.

“Foram mais de 700 mil integrações nos últimos dias, muitas pessoas estão deixando seus veículos no início do percurso e adotando o transporte coletivo”, disse Ênio

Visão feral do sistema:

  • Número de linhas: 343
  • Passageiros: 1 milhão e 100 mil usuários por dia
  • Isenções de pagamento de tarifa: 200 mil pessoas
  • Corredores: 55 quilômetros:
  • Pontos de Parada: 5 mil (92 estações)
A estimativa é de aumento no número de corredores exclusivos.

Fonte: Blog Ponto de Ônibus (Adamo Bazani, jornaltsta da Rádio CBN, Especializado em transportes).

Nenhum comentário: