domingo, 11 de setembro de 2011

Curitiba terá linha especial de ônibus para 2014

Curitiba terá o Circular Copa, uma linha especial de transporte coletivo para atender a região central da cidade durante os 30 dias da Copa do Mundo 2014. O Circular Copa faz parte do Plano de Mobilidade Urbana de Curitiba que está sendo preparado pela Prefeitura para atender as recomendações da Federação Internacional de Futebol (Fifa) e as necessidades dos torcedores e da população durante o Mundial.

Uma prévia do plano e das operações de trânsito planejadas para a cidade foi apresentada em Belo Horizonte, em agosto, por um grupo de técnicos da Assessoria Especial da Copa, Urbs, Diretran e Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) que participaram do Seminário Técnico de Transportes e Tráfego, organizado pela Fifa. Esse grupo é responsável pelo Plano de Mobilidade que será avaliado pela Fifa.

A linha Circular Copa será uma linha especial no período da Copa do Mundo, atendendo a região central e as imediações do estádio Joaquim Américo (Arena da Baixada). Como a maioria dos hotéis fica na região central, consequentemente o torcedor hospedado em algum hotel na área central terá como opção, além de outras linhas da rede de transporte, o Circular Copa.

Em Curitiba, nos dias de jogos, cerca de 37 mil torcedores chegarão perto da Arena da Baixada usando transporte coletivo. A medida atende a um dos requisitos da Fifa. “Curitiba precisará de poucos ajustes, pois a experiência prática da cidade com o assunto casa perfeitamente com as determinações da Fifa”, destaca a engenheira Susana Lins da Costa, do Ippuc, responsável técnica pelo projeto.

Nos dias de jogos, a Prefeitura também reforçará a linha direta Aeroporto, que fará atendimento especial na Rodoferroviária e no estádio. O mesmo acontecerá com a linha Aeroporto Executivo. Os passageiros que saírem do aeroporto direto para o estádio poderão usar qualquer uma dessas linhas. Quem usar a linha direta Aeroporto vai desembarcar numa estação mais perto possível do estádio. O Executivo também terá essa extensão. “São detalhes que estão sendo avaliados pelas equipes da Urbs e do Ippuc”, diz Susana.

A equipe técnica também está mapeando as alternativas de acesso ao estádio via transporte coletivo. Esse mapa deverá ser estudado junto com as áreas de bloqueios de trânsito que serão aprovadas pela Fifa. São delimitados três perímetros para bloqueio em dias de jogos: de veículos credenciados pela Fifa, de segurança e do estádio.

A Urbs reforçará também as linhas que atendem a região do estádio, principalmente os expressos do eixo Norte/Sul e Boqueirão, pois o torcedor será direcionado a utilizar as estações Praça Osvaldo Cruz, distante aproximadamente 690 metros do estádio, e as estações Getúlio Vargas, distante 1.100 metros da Arena da Baixada.

Em todos os pontos de desembarque que dão acesso ao estádio as ruas serão bloqueadas ao trânsito de veículos, e o Ippuc desenvolverá um projeto urbanístico diferenciado que dará mais segurança e conforto à circulação dos pedestres. Um desses projetos ligará as ruas Buenos Aires e Pateur à caneleta de ônibus expresso da avenida Sete de Setembro; e a rua Engenheiros Rebouças e a avenida Getúlio Vargas à canaleta da Marechal Floriano Peixoto.

“Devido à proximidade da rede hoteleira (45% dos hotéia estão no entorno da Arena da Baixada), acreditamos que a maioria das pessoas optará pelo deslocamento a pé, devido as facilidades que a cidade proporcionará em termos de segurança, tais como a colocação de câmaras no entorno do estádio e nas principais rotas de acesso”, aposta a Guacira Civolani, gestora da área de Operação de Trânsito.

Fonte: Bem Paraná

Nenhum comentário: