quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Motorista de ônibus que tombou na Régis Bittencourt diz que foi ‘fechado’

1 comentários

O motorista do ônibus com 43 passageiros que tombou na madrugada desta quarta-feira (28) na altura do km 549 da Rodovia Régis Bittencourt, no município de Barra do Turvo, interior de São Paulo, e deixou pelo menos quatro pessoas mortas e outras 13 feridas, afirmou à Polícia Rodoviária Federal (PRF) que foi "fechado’"por um caminhão quando ia realizar uma ultrapassagem. Todos as vítimas são passageiros. O tombamento ocorreu numa curva no sentido Paraná, de acordo com informações da PRF e das assessorias de imprensa da Autopista, concessionária que administra o trecho da estrada.

O acidente aconteceu por volta das 5h. O ônibus da Auto Viação Catarinense saiu do Terminal Rodoviário do Tietê, na Zona Norte de São Paulo, e seguia em direção a Florianópolis.
saiba mais

As vítimas foram levadas para hospitais de cidades da região. Não foram divulgados os nomes dos mortos. Entre os 13 feridos, dois ainda corriam risco de morte e estavam internados em estado grave até o final da manhã desta quarta-feira. Os demais tiveram escoriações e fraturas.

Em nota, a  Auto Viação Catarinense informou que o veículo partiu às 23h15 desta terça-feira (27) do Terminal Rodoviário do Tietê com destino a Florianópolis e sofreu um acidente em Barra do Turvo. " Até o momento não foram determinadas as causas do acidente. Uma equipe da Auto Viação Catarinense já está no local e outros técnicos da empresa estão prestando assistência às famílias", informou a empresa.

A Auto Viação Catarinense disponibilizou quatro linhas telefônicas para atendimento aos familiares dos passageiros: (48) 3271-1018; (48) 3271-1025; (48) 3271-1086; e (48) 3271-1090

Fonte: G1.com

Comil vende primeiro Campione 4.05 para a Costa Sul de Florianópolis

0 comentários

Comil 4.05 foi entregue na sede da encarroçadora, em Erechim, Rio Grande do Sul. Empresa de Florianópolis, em Santa Catarina, deve também comprar o mais novo ônibus de dois andares da fabricante.

Campione Costa Sul
Primeiro Campione HD 4.05,com 04 eixos, da nova geração, foi entregue em 27 de dezembro, à empresa Costa Sul, de Santa Catarina

Um ônibus diferenciado pelo seu porte, robustez e design moderno. Assim pode ser considerado o modelo da Comil, Campione HD 4.05, da encarroçadora de Erechim, no Rio Grande do Sul.
E o primeiro veículo desta nova geração do modelo foi entregue nesta terça-feira, dia 27 de dezembro de 2011, na sede da fabricante, para a empresa Costa Sul Transportes e Turismo, de Santa Catarina, também na região Sul do País.

A Costa Sul faz serviços de turismo nacional e internacional e, em Florianópolis, possui uma frota de cinco ônibus para este tipo de rotas, que foi reforçada com a aquisição.

O dono da empresa, Andrei Coelho Schmidt, foi buscar pessoalmente o ônibus.

Em comunicado, divulgado pela Comil, o dono de empresa de ônibus, disse que possui um modelo HD, de geração anterior, e que o veículo é extremamente confiável.

“Já possuímos um Campione HD e estamos extremamente satisfeitos, pois trata-se de um carro robusto e que nunca apresentou problemas”, destaca Schmidt.

O representante da Comil em Santa Catarina e região, João Busatta, que também esteve na entrega do ônibus, disse que a parceria entre a encarroçadora e a transportadora vem desde 2006, quando a Costa Sul comprou, à época, um Campione 3.65, primeiro veículo zero quilômetro adquirido pela companhia de Santa Catarina.

O dono da Costa Sul, Andrei Coelho Schmidt, adiantou que entre julho e agosto de 2012, pretende comprar um modelo Comil Campione DD, Double Decker, de dois andares, inédito da encarroçadora gaúcha, que deve ser lançado no início de 2012 comercialmente.

O modelo Campione HD 4.05 para a Costa Sul foi encarroçado sobre chassis da Volvo, com quatro eixos.

O veículo possui mesas, uma delas de jogos, sanitário, cafeteira e forno elétrico para maior conforto dos passageiros.

A configuração HD consiste no salão de passageiros ficar num nível superior ao do embarque e do motorista.

Isso permite mais lugares no veículo, mais conforto, tanto para passageiros como para funcionários, além de bagageiros maiores, com capacidade de carga superior.
O ônibus da Costa Sul já tem 03 viagens programadas para o Chile. Pela distância, o trajeto só é possível feito por ônibus confortáveis e de alta potência, a combinação entre este modelo de carroceria da Comil e de chassi da Volvo.

O Volvo B 420 R, 8 x 2, rende até 420 cavalos de potência, de 12 litros, e alto torque. O motor é de 12 litros e o veículo possui caixa de câmbio automática inteligente I-Shift. Segundo a Volvo, o veículo é até 500 quilos mais leve, o que se traduz em maior rentabilidade já que o motor é melhor aproveitado e em vez de carregar muito peso de estrutura, pode desenvolver mais velocidade e tracionar pesos mais elevados, sem fazer tanta força,o que também significa menos desgaste de peças e menor consumo de combustível.

Fonte: AdamoBazani, Blog Ponto de Ônibus

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Produção de carroceria de ônibus deve recuar em 2012

0 comentários

A produção da indústria fabricante de carroçarias de ônibus deve recuar entre 7% e 10% em 2012 em relação a este ano, segundo dados divulgados há pouco pelo Simefre (Sindicato Interestadual da Indústria de Materiais e Equipamentos Ferroviários e Rodoviários). 

A expectativa é que as vendas no mercado interno recuem entre 6% e 8%, mas as externas cresçam entre 8% e 10%, caso o dólar médio fique entre R$ 1,70 e R$ 1,75, estima a entidade. 

O Simefre estima que o setor encerrará 2011 com uma produção entre 35 e 35,6 mil unidades, número 8,3% superior ao de 2010. Desse total, cerca de 31 mil unidades serão destinadas ao mercado interno. 

A entidade ressalta que as previsões para 2012 só se concretizarão caso do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) aprove o Finame Verde, linha de crédito especial para ônibus fabricados de acordo com as normas do Euro V, de emissões. Caso contrário, o recuo pode ser ainda maior. 

Com informação da Ag. Estado