quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

GREVE DE ÔNIBUS EM SÃO PAULO MARCADA PARA SEGUNDA-FEIRA, DIA 13

Os motoristas e cobradores de ônibus de São Paulo decidiram em assembléia parar as atividades na segunda-feira, dia 13 de fevereiro de 2012.

A greve dos ônibus de São Paulo deve prejudicar mais de 6, 1 milhões de pessoas.

A categoria protesta contra o fato de as empresas descontarem dos salários dos motoristas as multas aplicadas pela SPTrans e Prefeitura, através do Resam.

A Justiça de São Paulo concedeu uma liminar contra a greve, mesmo assim, o Sindicato diz que os ônibus das 32 garagens de São Paulo vão ficar parados.

A greve estava marcada para esta quarta-feira, dia 08 de fevereiro, mas o sindicato dos trabalhadores vai tentar negociar com o sindicato das empresas de ônibus para que não haja descontos.

A questão é polêmica. Há casos em que o trabalhador não tem responsabilidade sobre a multa, como atrasos por conta do trânsito ou más condições dos ônibus. Em outros casos, o erro é do motorista, como não parar nos pontos, parar longe das plataformas, falar ao celular enquanto dirige ou não usar o cinto de segurança.

As empresas dizem que só descontam as multas caso o erro for do motorista. O sindicato alega que muitas infrações anotadas pela SPTrans estão previstas no Código de Trânsito Brasileiro, mas que o valor das multas pela SPTRans é muito superior aos previstos pela legislação de trânsito.
Fonte: Adamo Bazani, jornalista da Rádo CBN, especializado em tansportes.

Nenhum comentário: